EM DIA DE ANIVERSÁRIO, BOMBEIROS DO FAIAL RECEBEM NOVO QUARTEL

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Faial comemorou segunda-feira, o seu 110.º aniversário, inaugurando no Parque Empresarial e Tecnológico da ilha, um novo quartel.

Presente na cerimónia de inauguração e também evocativa do 110.º aniversário, o presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, classificou o novo espaço de “magnífico”, considerando que o mesmo representará ganhos de eficácia à ação de quem “ajuda e salva” os cidadãos.

“Já fomos testados várias vezes, em várias ilhas e concelhos, pela rudeza da natureza, com danos materiais e pessoais trágicos, em muitas circunstâncias”, lembrou, citado em nota publicada no portal do Governo, o presidente do executivo, que deixou um “reconhecimento” a todas as bombeiras e todos os bombeiros que “intervêm para minimizar os efeitos” da natureza, por exemplo.

Para o Governo este novo quartel dos bombeiros do Faial, é “um equipamento de ponta, orientado para o futuro, que permitirá proporcionar melhores condições de trabalho aos bombeiros e bombeiras, elevar o grau de proteção, prontidão e eficiência dos meios de emergência (eliminando constrangimentos de segurança e de operacionalidade) e, por conseguinte, a prestação de um serviço cada vez melhor à população faialense”.

A Associação Faialense de Bombeiros Voluntários, atualmente Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Faial, foi fundada a 16 de maio de 1912, com a finalidade de dotar a cidade da Horta e a ilha do Faial de um Corpo de Bombeiros, unidade operacional, tecnicamente organizada, preparada e equipada para o exercício de várias missões.

Em 31 de julho de 2020 teve início a construção do novo quartel, obra orçada em 2,8 milhões de euros, acrescidos de IVA.

Também o presidente da Câmara Municipal da Horta, Carlos Ferreira, congratulou-se com as novas instalações e felicitou os bombeiros faialenses pelo seu 110.º aniversário, instituição que considerou de “extrema importância para a comunidade e um dos mais importantes parceiros desta nossa missão de servir e proteger as nossas populações”.

Depois de visitar as novas instalações, Carlos Ferreiro, considerou que o novo quartel torna ainda mais urgente a construção da 2ª fase da variante à cidade da Horta.

“Trata-se de uma obra estruturante para esta ilha e para a sua população. A 2ª Fase da Variante será fundamental para servir de via de ligação ao aeroporto, para reorganizarmos o trânsito no interior da cidade e, também, para garantir o rápido socorro às populações do lado norte da ilha, agora que os Veículos de Emergência passam para este lado da cidade”, defendeu, citado em nota do município.

O autarca faialense transmitiu ainda ao presidente do Governo Regional dos Açores, o seu agrado sobre a decisão do executivo avançar com esta obra, e reiterou que “é fundamental que todos os procedimentos administrativos sejam concluídos este ano e que a obra avance efetivamente em 2023, após mais de 25 anos de espera”.

© GRA — CMH | Foto: MM/GRA | PE