RESGATE DE QUATRO TRIPULANTES A BORDO DE VELEIRO AO LARGO DA PRAIA DO ALMOXARIFE

Quatro tripulantes que se encontravam a bordo do veleiro “Toga”, com bandeira da Suécia, a navegar ao largo da praia do Almoxarife, na ilha do Faial, foram esta segunda-feira auxiliados pela Marinha Portuguesa, foi esta terça-feira revelado.

De acordo com comunicado da Marinha, desde as 22:07 horas de domingo, 15 de maio, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), coordenou a assistência a quatro tripulantes do veleiro “Toga”, que, “na sequência do agravamento das condições meteorológicas, necessitavam de auxílio e de assistência médica a um dos tripulantes”.

A embarcação, refere a Marinha, “encontrava-se ao largo da praia do Almoxarife, a 2 milhas náuticas, o equivalente a 4 quilómetros, a nordeste do porto da Horta, ilha do Faial, que após tentativa de aproximação ao porto sem sucesso, face às condições meteorológicas, deu o alerta via rádio”.

Na sequência do alerta, o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU-MAR) “avaliou o tripulante com necessidade de assistência médica como uma possível fratura no braço direito e trauma torácico, indicando a necessidade de evacuação para o porto mais próximo”.

A ação foi conduzida pelo capitão do porto da Horta, que coordenou o transporte do ferido para unidade hospitalar e o auxílio à embarcação, em conjunto com a Marina da Horta e a empresa pública Portos dos Açores, S.A.

Pelas 00:15, desta segunda-feira, dia 16 de maio, verificou-se “não existirem condições de segurança para efetuar o resgate do tripulante ferido”, pelo que “foi iniciado o reboque ao veleiro”, tendo o mesmo atracado às 01:35, na marina do Porto da Horta, sendo o tripulante transportado para o Hospital da Horta.

A Marinha informa que estiveram envolvidos nesta operação, “o MRCC Delgada, a Autoridade Marítima Nacional, o CODU-MAR, a Marina da Horta e a Porto dos Açores, S.A.”.

© MP | Foto: MP | PE