IRRESPONSABILIDADE DO PS CONFIRMADA EM ASSEMBLEIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA, DIZ PAULO LUÍS

Paulo Luís, atual deputado municipal e candidato à presidência da Assembleia Municipal da Praia da Vitória pela coligação PSD/CDS-PP nas eleições autárquica a realizar daqui a um mês — 26 de setembro — disse que a Assembleia Municipal Extraordinária realizada esta manhã na Praia da Vitória, “veio confirmar a irresponsabilidade da gestão socialista no município, cujas brigas internas colocaram em causa o bom funcionamento da autarquia”.

De acordo com a citação na nota de imprensa do PSD/Açores, hoje enviada às redações, Paulo Luís, sustenta que na assembleia extraordinária que “realizou-se a pedido dos deputados municipais da oposição – PSD e CDS-PP, “com intuito de analisar, no local próprio, os recentes factos ocorridos entre os membros do executivo socialista que, como alguns deles disseram, puseram mesmo em causa o bom funcionamento da autarquia”, que só mantém alguma funcionalidade, apenas porque o quadro “técnico da Câmara Municipal é muito competente”.

No início da reunião, Paulo Luís começou por lembrar que o presidente da câmara “alegou a alteração da situação política no concelho para justificar a retirada de competências aos seus vereadores, também eles eleitos pelos praienses”.

“No nosso entender, tirando o caos que se instalou no PS – uma situação interna de um partido – nada se alterou na situação política da Praia da Vitória. Todo o executivo socialista cometeu a irresponsabilidade de trazer para a dimensão institucional o que se devia manter na dimensão partidária e, por isso, quisemos analisar o problema e as suas consequências, aferindo responsabilidades”, disse.

O deputado municipal social democrata acusou também o executivo socialista de “manchar a imagem do município”, lamentando que “o dia 12 de julho de 2021 fique marcado na história da Praia da Vitória como um dos dias mais tristes da vivência democrática do nosso concelho”.

“Quando o presidente de uma câmara retira competências aos seus vereadores eleitos, e se demite das suas, por birra e por uma vingançazinha político-partidária, isso diz tudo sobre aquilo que foi a gestão desse executivo”, atira Paulo Luís.

“Assumam aquilo que representa o vosso ato! Abdicaram dos praienses, desistiram de governar os destinos da Praia da Vitória e não estão à altura das responsabilidades que vos foram conferidas. Isto com a conivência de todos os deputados socialistas desta Assembleia”, prosseguiu o deputado e candidato social-democrata municipal.

“As guerras partidárias do PS e os egos exacerbados de quem protagonizou estes tristes factos colocaram em causa o normal funcionamento da Câmara Municipal, como confirmou hoje parte da vereação presente na Assembleia Municipal”,asseverou.

“Faltaram ao respeito a todos os praienses, que acreditaram e validaram um projeto, que agora, brigadas as comadres, se sabe que nunca existiu”, concluiu o candidato do PSD/CDS-PP à presidência da Assembleia Municipal praiense.

© GI-PSD/A | PSD/A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s