DIA DO PESCADOR: SINDICATO DEFENDE MAIOR VALORIZAÇÃO DO PESCADO À PRODUÇÃO

O Sindicato Livre dos Pescadores considerou hoje “fundamental” proceder à “valorização do preço do pescado à produção”, alegando que este é “arrematado em lota com preços de licitação baixos” e “a intermediação fica claramente beneficiada”.

“Este sindicato considera fundamental e essencial dada esta situação injusta, apesar de variável, tabelar o preço de certas espécies. É imprescindível, de forma a salvaguardar também os interesses dos pescadores, cujo trabalho merece ser mais compensado em toda a faina, sejam elas boas ou más”, refere um comunicado de imprensa enviado às redações, a propósito do dia do pescador que se assinala hoje.

O Sindicato Livre dos Pescadores, Marítimos e Profissionais Afins dos Açores, que tem sede na vila piscatória de Rabo de Peixe, aponta que “sempre se verificou nas leis e regras do mercado capitalista, que quanto mais escasso estava o produto, mais caro era vendido”.

“Infelizmente, na pesca atualmente, o peixe e sua apanha é escassa, sendo o mesmo arrematado em lota com preços de licitação baixos, desvalorizando o trabalho e o labor dos pescadores, que veem em termos gráficos uma oscilação enorme”, refere aquela estrutura.

Para o sindicato, esta é uma situação que “é uma constante, não dando confiança nem segurança aos homens do mar, cujos lucros são muitas vezes diminutos e irrisórios”, lê-se no comunicado assinado pelo presidente do sindicato, Luís Carlos Brum.

O sindicato alerta que “esta situação gera injustiças sociais” na classe piscatória e que “a intermediação fica claramente beneficiada com percentagens de lucros astronómicos”.

Enquanto isto, “os produtores e seus agregados familiares sofrem na pele uma vida carenciada”, mas “nunca desistindo, pelo contrário, mantêm-se incessantemente na faina marítima”, constata ainda o sindicato.

No dia do pescador, que se assinala hoje, o sindicato lembra a efeméride juntando-se às “preocupações” e “reivindicações” da classe piscatória “para sensibilizar todos, administração e setor da pesca das necessidades e lacunas, prementes que devem ser solucionadas”.

© Lusa | Foto: DR | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s