“PONTOFONIA” A MÚSICA E A ARTE VISUAL: UMA PARTILHA DE DIMENSÕES

Desde sempre a música e a arte visual cruzaram os seus caminhos. Esta convergência representou a convicção artística de vários autores, como os casos de Wassily Kandisnsky, Claude Debussy, A. Scriabin, Paul Kleee, Gustav Klint, F. Kupka, M. Ciurlionis e O. Messiaen, entre muitos outros. Partindo desta relação artística, em particular da linha conceptual de Kandisnsky e Klee, onde o ponto, a linha e o plano constituem elementos de inter-relação entre os dois domínios artísticos, foi desenvolvido um conjunto de estratégias experimentais, com recurso ao desenho e à imagem, designadas por “Pontofonia, com o objetivo de reforçar a aprendizagem de diferentes conceitos e conteúdos musicais, como a altura, a duração, a melodia e/ou a harmonia. A sua aplicação desenvolveu-se em três fases: (1) recurso ao desenho (ponto e linha), e às suas diversas formas de exploração; (2) recurso à imagem, partindo de um campo restrito de exploração, definindo-se aspetos particulares para a sua visualização; (3) recurso à imagem e a um campo visual mais vasto e diversificado de exploração. Para cada uma destas fases existiu um processo de desenvolvimento criativo de exploração e construção gradual de notação convencional. Deste modo, a componente empírica desenvolvida em contexto de Educação Musical no Ensino Básico e no ensino Artístico da Música, seguiu uma linha hipotético-dedutiva com objetivo exploratório e procedimento de pesquisa pré-experimental aplicada de natureza qualitativa e quantitativa. A técnica adotada para a recolha de dados, fez-se através de inquérito em formato pré e pós questionário, em cada uma das fases do processo experimental. Da análise e interpretação dos dados resulta o indicador que a utilização de estímulos visuais em contexto de ensino-aprendizagem, para além de promover o desenvolvimento e estimulação da capacidade percetiva, expressiva, critica e de criação, no quadro particular do presente estudo, impulsiona o desenvolvimento e aprendizagem musical.

Dado o contexto atual e as diversas problemáticas vivenciadas pelo professor, onde a necessidade de uma constante reflexão e questionamento dos processos e eficácia da ação assume um papel fundamental em toda a sua intervenção pedagógica, neste sentido, é apresentado um enquadramento entre as Artes Visuais e a Música como Estratégia de Ensino – Aprendizagem na Educação e Expressão Musical.

As linhas orientadoras metodológicas, estratégicas e pedagógicas de músicos, compositores e pedagogos de renome internacional, tais como, Sérgio Aschero, Jos Wuytack, Murray Chafer, Émile Jaques-Dalcroze, entre outros, como referência na aplicação de conceitos e conteúdos, o compartilhar de dimensões ao nível do tempo e do espaço, do som e da cor na imensidão que é a música.

 Tudo o que o nosso campo de visão alcança é denominado imagem, que podem ser externas as que percebemos, internas as que sonhamos ou imaginamos e as que desenvolvemos ou que criamos quando elaboramos simples rabiscos. Esta associação entre correntes artísticas, representa o ponto de partida para a construção de estratégias experimentais no contexto educativo. A necessidade de valorizar o conhecimento que os alunos já possuem e que a escola e a sociedade em geral podem e devem acrescentar, representa um elemento fundamental na projeção de toda a prática educativa.

Todos estes fatores variam em função do espaço onde são desenvolvidos, em sala de aula ou em outro contexto. É necessário criar condições aos alunos, para desenvolverem a sua capacidade criativa, de análise, reflexão, compreensão, motivação e interesse pelo conhecimento e com isso poderão descobrir certas aptidões cognitivas que certamente estarão adormecidas no âmbito das suas múltiplas inteligências.

Com base nos resultados desta investigação, adverte-se que os exemplos que apoiam a descrição, em todas as fases do processo de ensino, sejam escolhidos de modo a que se pareçam ao melhor exemplo da aplicação deste processo de investigação exploratório a “Pontofonia”, na qual surgiu na necessidade da identificação e resolução de um problema, na apreciação e sua pertinência, precisando os seus objetivos e seguindo linhas orientadoras em que acredito, para resolver as dificuldades, obstáculos em qualquer domínio do conhecimento. Optou-se por este procedimento e design em função do gosto pelas artes plásticas, mais especificamente o desenho e a imagem, como forma de não se tornar uma atividade rotineira onde se aplicam apenas metodologias predeterminadas.

O resultado obtido por esta investigação demonstra que há mais valias no uso desta estratégia de ensino e aprendizagem, contudo é necessário explorar a criatividade. De uma forma geral este processo poderá revelar outra dimensão de analise e procedimento, pois a mesma é suscetível de experimentação.

Na condução do processo de ensino e aprendizagem, sendo uma atividade investigativa, inquiridora e fundamentada, suscetível a alterações de algum aspeto da prática e compreensão da natureza dos problemas, confronta com outras atividades parecidas, mas não equivalentes, tendo sempre como finalidade produzir novos conhecimentos e soluções originais, através de um sistema minimamente metódico e sistemático, que possa ser reproduzido por qualquer interveniente.

© Alberto Rocha


SOBRE O AUTOR

Alberto Rocha

José Alberto Silva Rocha – Professor Adjunto no Instituto Superior de Ciências Educativas do Douro, no Departamento de Educação na Área das Expressões Artísticas. Professor ao serviço do Ministério da Educação Português no Ensino da Música e Ensino Especial-Domínio Cognitivo e Motor. Licenciado em Ensino da Educação Musical no Ensino Básico. Mestrado em Ensino da Educação Musical no Ensino Básico. Especialista em Formação no Ensino Especial-Domínio Cognitivo e Motor. Formador na Área da Música pelo Conselho Cientifico-Pedagógico da Formação Contínua. Investigador na Área da Educação.


Artigo ao abrigo do projeto:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s