COVID-19: PS/AÇORES PROPÕE APOIO EXTRAORDINÁRIO PARA TAXISTAS

O PS/Açores apresentou hoje uma proposta para incluir as empresas de táxi no programa de apoio ao custo das empresas e propôs também a criação de um apoio extraordinário dedicado aos taxistas, devido à crise da covid-19.

Segundo o deputado Francisco César, o setor do táxi está a atravessar uma “quebra de atividade altíssima” devido à pandemia da covid-19, pelo que PS/Açores decidiu apresentar propostas para “atender a uma situação que não é uma situação qualquer”.

“Os poderes públicos tem de dar um apoio urgente. Aquilo que o PS resolveu propor e que irá levar já à próxima sessão plenária da próxima semana são duas medidas. A primeira é incluir a atividade das empresas de táxis nos apoios aos custos fixos das empresas”, disse o socialista.

A segunda proposta, esta não dirigida diretamente às empresas, mas a quem exerce a atividade, surge porque, advoga, “é necessário um apoio de emergência” aos profissionais do setor afetados.

O deputado socialista falava hoje aos jornalistas na delegação da Assembleia Regional em Ponta Delgada, após uma reunião com a Associação de Profissionais de Táxi.

Sobre a primeira proposta, Francisco César realçou que, no plenário da Assembleia Regional da próxima semana, o PS/Açores vai ter uma “proposta para o apoio aos custos fixos das empresas”, onde serão incluídas as do setor do táxi, fazendo um “repto” aos restantes partidos para viabilizar a iniciativa.

A segunda proposta é um projeto de decreto legislativo regional para a criação de um apoio extraordinário aos taxistas no valor de 1.047 euros (equivalente a um salário mínimo e meio), pago “uma vez só a título de apoio extraordinário”, como complemento à atividade.

“Aquilo que nós propomos é que, no primeiro semestre deste ano, seja atribuído um valor de uma vez e meia o salário mínimo regional, a remuneração mínima regional, aos profissionais, aos detentores de uma licença de condução de táxi e que exerçam atividade a tempo inteiro”, afirmou.

A proposta do PS prevê que o apoio seja aplicável no primeiro semestre de 2021, “podendo ser estendida caso o governo assim o entenda por mais seis meses”.

“Há taxistas que estão a ganhar menos de 10 ou cinco euros por dia, quando no passado esse montante era dez vezes ou mais ainda esse valor”, acrescentou o socialista.

O responsável pela Associação de Profissionais do Táxi, António Feleja, enalteceu a proposta do PS, que considerou uma “mais-valia” para apoiar os cerca de 500 taxistas nos Açores que estão a atravessar uma “situação complicada”.

“Desde que seja para ajudar o setor, é sempre uma mais-valia e eu quero realçar a iniciativa e o PS, em nome do senhor Francisco César, se ter preocupado com o setor de táxis”, assinalou.

© Lusa | Foto: GI-PS/A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s