GOVERNO DOS AÇORES VAI CRIAR UMA COORDENAÇÃO REGIONAL DE LUTA CONTRA A SIDA

Comemora-se esta terça-feira, 01 de dezembro, o Dia Mundial de Luta Contra a SIDA. De visita ontem, ao Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, em Angra do Heroísmo, o secretário regional da Saúde e Desporto, Clélio Meneses, anunciou a intenção de criar brevemente uma coordenação regional para combate à SIDA.

Segundo disse, os Açores estão sem números atualizados desde 2018 e sem um organismo especializado, devido à extinção da então comissão coordenadora, também em 2018. “Por tudo isto é preciso agir e vamos ter em breve uma coordenação regional para combate a SIDA”, afirmou.

“Sem números oficias, o que nos chegou ao conhecimento, hoje [ontem], foi um aumento de casos, nos últimos três anos. Temos de conhecer bem a situação para ajudar as pessoas e gerir o problema. Creio que em breve teremos essa coordenação regional a funcionar”, adiantou o novo titular da pasta da Saúde dos Açores.

Em declarações aos jornalistas no final da visita, que decorreu ao fim da tarde de ontem, Clélio Meneses, revelou que os Açores tinham em 2018, um total de 383 casos de infeção por VIH, com uma incidência de 5,3% por cada 100 mil habitantes, superior em 2% à Região Autónoma da Madeira. Também em 2018, registaram-se 14 novos casos de infeção por VIH e dois novos casos de SIDA. “Daí para cá, não há informação sobre o todo regional”, lacuna que o secretário regional da Saúde e Desporto pretende resolver com a brevidade possível.

HOSPITAL COM 36 MILHÕES DE DÍVIDA VENCIDA

Após a visita às instalações, Clélio Meneses acompanhado pelo novo diretor regional da Saúde, Berto Cabral, reuniu-se com o Conselho de Administração daquela unidade de saúde.

Clélio Meneses ficou a par da situação financeira e de recursos humanos do hospital, tendo a Administração reportado uma dívida vencida de 36 milhões de euros e um défice mensal de 1,6 milhões.

Acrescem outras dificuldades, como a da falta de recursos humanos, problema cuja resolução passará pela reestruturação de carreiras médicas, para incentivo e fixação de médicos.

O titular das pastas da Saúde e Desporto deixou expressa a vontade do executivo regional de empenho na resolução destes problemas, com o envolvimento de todos quantos exercem na Unidade de Saúde e dos seus responsáveis. Neste sentido, adiantou que seguem-se nos próximos dias outras reuniões de trabalho.

© GaCS/SRSD | Foto: GaCS/SRSD | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s