OUTONO VIVO 2020 REALIZA-SE CUMPRINDO TODAS AS NORMAS DE SEGURANÇA

Envolto em incerteza, esta terça-feira, 13 de outubro, foi oficialmente apresentado pelo presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória (CMPV), Tibério Dinis, a edição 2020 do “Outono Vivo”, que se realizará de 23 de outubro a 08 de novembro, na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, no Auditório do Ramo Grande e no Jardim Municipal Silvestre Ribeiro, cumprindo com todas as normas de segurança definidas pelas autoridades de saúde.

O “Outono Vivo” que contempla a Feira Livro, mantém este ano, à semelhança das edições anteriores 50 mil livros, com chancelas de mais de 60 editoras e 22 mil títulos. Os eventos culturais do certame continuarão a distinguir-se pela diversidade, com espetáculos de teatro, concertos, cinema, conferências, debates, exposições de arte, recitais de poesia e apresentações de livros.

“Esta será uma edição bastante particular, na medida das circunstâncias que vivemos. Será, por isso, uma edição diferente, mas a CMPV, desde o início do desconfinamento, procurou sempre desenvolver atividades culturais e desportivas em plena segurança, pelo que temos mantido uma articulação muito próxima com a Delegação de Saúde Concelhia, que permitiu a reabertura do Auditório do Ramo Grande, da Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, do parque desportivo, entre outras infraestruturas municipais, como as creches e ATL´s, e que permite também agora a realização do Outono Vivo 2020”, assegurou o edil.

Garantindo-se assim todas as normas de segurança e cumprindo-se todas as recomendações impostas pela autoridade de saúde, a Câmara Municipal e a Cooperativa Praia Cultural assumem total segurança para que todas as pessoas interessadas possam, à semelhança de anos anteriores, participar dos eventos culturais programados e visitar a Feira do Livro, que volta a ser organizada em parceria com a empresa “Papelaria 96”.

Nos espaços definidos para a realização do maior festival cultural dos Açores, existirão circuitos específicos de circulação, entradas e saídas distintas, limitação de acessos (máximo de 50 pessoas em simultâneo) no recinto da Feira do Livro e será montada uma tenda no claustro da Academia de Juventude para garantir o distanciamento necessário nas sessões de apresentações de livros, debates, conferências e outros eventos para ali programados.

Já o acesso das escolas à Feira do Livro far-se-á, este ano, em moldes diferentes, considerando o necessário cumprimento das recomendações das autoridades de saúde. No entanto, todos os dias, das 10h00 às 12h00, a Feira do Livro estará aberta apenas para receber visitas de alunos e turmas que devem proceder a marcação prévia junto da organização do evento.

Neste particular, Tibério Dinis apela aos pais e encarregados de educação para que “tragam os mais novos à Feira do Livro, se eles não puderem vir pelas escolas, para que se continuem a promover hábitos de leitura e o gosto pela literatura”, garantindo que todas as normas de segurança estão acauteladas pela organização.

GC-MPV | Imagem: GC-MPV | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s