ECO-FREGUESIA: JUNTAS DE FREGUESIA REMOVEM 1.500 TONELADAS DE RESÍDUOS ABANDONADOS

As 140 freguesias inscritas no Programa Eco-Freguesia, Freguesia Limpa, removeram, em 2021, 1.500 toneladas de resíduos abandonados em espaços públicos dos Açores, foi esta quinta-feira anunciado pelo secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas.

Alonso Miguel, numa cerimónia realizada nas Velas, na ilha de São Jorge, referiu que, em 2021, se inscreveram 140 freguesias no programa Eco-Freguesia, Freguesia Limpa, tendo as ações realizadas pelas juntas de freguesia “resultado na remoção de 1.500 toneladas de resíduos abandonados em espaços públicos da região”.

O titular da pasta do Ambiente, que distinguiu várias juntas de freguesia pelo “empenho e dedicação à preservação do ambiente”, destacou a importância do programa, que “reconhece e valoriza o esforço destas juntas de freguesias na limpeza, remoção e destino final dos resíduos abandonados em espaços públicos, incluindo as linhas de água e a orla costeira, bem como na promoção de ações de sensibilização ambiental”.

Numa nota de imprensa divulgada no portal internet do Governo dos Açores, Alonso Miguel considerou que “estas ações são essenciais do ponto de vista da preservação ambiental e da proteção e valorização dos recursos naturais”.

Para além disso, “são também cada vez mais relevantes para garantir a proteção de pessoas e bens, sobretudo em ilhas” como os Açores.

O governante sublinhou que estas ilhas estão “sujeitas a uma acrescida vulnerabilidade aos efeitos das alterações climáticas”.

“Espaços públicos limpos e ribeiras desobstruídas, aliados a boas práticas ambientais por parte das populações, são aspetos fundamentais para reduzir o risco de ocorrência de cheias, inundações, deslizamentos de terra e outros perigos, contribuindo decisivamente para a salvaguarda das populações e para evitar prejuízos materiais e financeiros avultados”, assegurou Alonso Miguel.

O secretário regional destacou que, no âmbito das candidaturas apresentadas aos projetos complementares A Minha Ribeira e Costa Limpa, “as ações desenvolvidas pelas juntas de freguesia permitiram assegurar a monitorização e limpeza de mais de 240 quilómetros de linhas de água e de mais de 180 quilómetros de costa, números que demonstram o sucesso desta colaboração entre o Governo Regional e os órgãos autárquicos”.

No âmbito do desenvolvimento de programas e atividades de sensibilização e educação ambiental, outro dos pilares do Programa Eco-Freguesia, Freguesia limpa, foram dinamizadas 350 ações em 2021.

Alonso Miguel disse que isto “revela uma evolução muito positiva ao nível da consciencialização ambiental das populações e da participação pública no domínio do ambiente, fundamentais para uma mudança de comportamentos e para um novo paradigma de desenvolvimento sustentável”.

Na cerimónia das Velas de São Jorge foram distinguidas 31 juntas de freguesia com o Prémio de Excelência.

“As juntas de freguesia, pela proximidade às populações locais e pelo conhecimento detalhado dos respetivos territórios, são parceiros estratégicos e desempenham um papel fundamental, para o enorme desafio que representa a preservação do Ambiente”, disse.

O Governo Regional vai, entretanto, reforçar a verba destinada ao Programa Eco-Freguesia, Freguesia Limpa, com mais um milhão de euros, triplicando a dotação inicialmente prevista para 2022.

© Lusa | Fotos: SRAAC | PE