41.º ANIVERSÁRIO DA PV CIDADE: PRESIDENTE DA CMPV DESAFIA REGIÃO E REPÚBLICA A INVESTIR NO CONCELHO

A presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória (CMPV) desafiou, na noite de segunda-feira, os governos regional e nacional a investir no concelho, comprometendo-se com a dinamização das potencialidades locais, ajudando o esforço coletivo, municipal e privado, no progresso económico e social local.

Vânia Ferreira, que discursava na sessão solene comemorativa do 41º aniversário da elevação da Praia da Vitória a cidade, que decorreu no Auditório do Ramo Grande, sublinhou que a posição estratégica e a existência no concelho das principais “portas de entrada” na ilha justificam “a atenção especial” que defende.

“Cabe a nós, Município, reivindicar junto das respetivas tutelas regionais e nacionais, esta situação, alertando para a importância da nossa Cidade. Esta é uma cidade que se encontra desperta e entusiasmada para os desafios futuros. Somos uma autarquia que, em colaboração com a sua comunidade, continua a trabalhar em prol de um crescimento económico estável, para que esta se possa tornar num motor de desenvolvimento estratégico a nível social, económico, ambiental, educativo ou desportivo, salvaguardando o bem-estar das atuais e futuras gerações”, disse, citada em nota do Gabinete de Comunicação, a jovem edil praiense.

“A cidade dispõe de atrativos únicos que devem ser potenciados, nomeadamente a sua localização geográfica e posição estratégica, a sua baía, de extrema importância para o desenvolvimento local, as infraestruturas de qualidade verificadas por quem nos visita, seja por via aérea, ou por via marítima. Considerando o parco desenvolvimento a nível local verificado nos últimos tempos, relacionado com a redução do efetivo militar e civil da Base das Lajes, assim como a mitigação económica que abalou o Concelho, a pandemia Covid-19, é notável a falta de investimento que tem vindo a ser verificado na ilha Terceira, em particular nesta cidade, onde se encontram as ‘portas’ de entrada e saída desta ilha, além de outras consequências que a presença norte-americana nos trouxe, como a situação da contaminação dos solos e aquíferos da Praia da Vitória”, argumentou Vânia Ferreira.

Na sua intervenção, a autarca praiense elencou também os vários projetos em curso no âmbito das prioridades assumidas pelo executivo municipal, com especial relevo para as questões ambientais.

“A nossa magnífica cidade, através dos seus maiores recantos naturais, tem também a incumbência e a responsabilidade de promover um conjunto de medidas de sustentabilidade ambiental para o concelho, sendo esta uma das nossas prioridades e preocupações, pelo vasto património natural que temos a oferecer. A nossa Cidade acolheu o projeto da rede Circular Net, uma iniciativa que aposta na valorização dos resíduos, sensibilizando a população para aquelas que são as boas práticas de circularidade, garantindo-lhe uma segunda vida”, exemplificou.

Por fim, a responsável municipal deixou ainda um agradecimento a todos os praienses, que apesar das adversidades e desafios patentes, continuam a “lutar em prol do desenvolvimento do nosso Concelho, trabalhando para que todos os dias a nossa identidade chegue mais longe”.

© GC-CMPV | Foto: CMPV | PE