OR2022: INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO COM AUMENTO DE 45%

O Governo Regional dos Açores destinou a todos os investimentos na Educação em 2022 cerca de 54,7 milhões de euros, um aumento de 45% face a 2021, afirmou esta quinta-feira secretária regional da tutela.

“Há um forte investimento do Governo na Educação, que ronda, no plano para 2022, os 54,7 milhões de euros no conjunto de todos os investimentos ligados a esta área. Corresponde a um aumento de 16 milhões de euros – 45% – face a 2021. Olhando apenas para a Secretaria da Educação, o investimento é de 26,6 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 25% no investimento, por comparação com 2021”, afirmou a secretária regional da Educação, Sofia Ribeiro.

Em audição sobre o Plano e Orçamento Regionais para 2022, na Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Sofia Ribeiro destacou o “aumento significativo” do investimento destinado à escola pública, que se prevê receber 19,6 milhões de euros, ou seja, “74% do Plano”.

Em 2021, a escola pública recebeu 61% do montante previsto no plano para a Educação, observou a secretária.

A ação social escolar tem uma dotação de 10 milhões de euros, referiu, na audição transmitida por videoconferência.

Para avaliação externa foram contemplados 30 mil euros.

Sofia Ribeiro disse ainda estar previsto um investimento de 136 mil euros em projetos educativos e um aumento de 250 mil euros para 600 mil no prémio de Mérito Escolar.

A promoção do sucesso e o combate ao abandono escolar precoce recebem, em 2022, um aumento de 200 mil euros, passando de 300 mil euros em 2021 para 500 mil euros no próximo ano.

A governante apontou também o “investimento significativo na colocação de pessoal docente e não docente”, que, em 2022, se traduz, no Orçamento, num “aumento de 10 milhões de euros”.

Na globalidade, a Educação conta com um orçamento de 278,2 milhões de euros, disse.

De acordo com as propostas de Plano e Orçamento regionais para 2022, entregues na Assembleia Regional na terça-feira e consultadas pela Lusa, o Governo dos Açores prevê uma despesa pública regional estimada em 1,8 mil milhões de euros.

Deste valor, 857,1 milhões de euros destinam-se a despesas de funcionamento e 973,6 milhões de euros a investimento público.

Na terça-feira, quando entregou as propostas no parlamento dos Açores, o subsecretário regional da Presidência, Faria e Castro, destacou que a principal alteração entre a anteproposta de Plano entregue aos parceiros sociais (Conselho Económico e Social dos Açores e conselhos de ilha), e a versão final do documento era uma redução superior a 42% no endividamento.

Faria e Castro destacou que o endividamento geral previsto é “o menor da região”, notando que, “inicialmente, havia uma proposta de endividamento no valor de 295 milhões de euros [para 2022] e agora teremos apenas 170 milhões de euros”.

© Lusa | Foto: GRA | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s