PSD/AÇORES QUER QUE AMRAA E ANAFRE REFLITA “MAIORIA NÃO SOCIALISTA” NO PODER LOCAL

O secretário-geral do PSD/Açores afirmou que as próximas direções da Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores (AMRAA) e da delegação regional da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) devem refletir a existência de uma “expressa maioria não socialista” no poder local do arquipélago.

“Face aos resultados eleitorais e num quadro de normalidade democrática, o PSD/Açores entende que as próximas direções da AMRAA e da delegação regional da ANAFRE devem, necessariamente, refletir a existência de uma expressa maioria não socialista no poder local da Região”, disse Luís Pereira, citado em nota de imprensa do partido, este domingo enviado às redações, que falava aos jornalistas à margem de uma reunião da Comissão Política Regional do partido que se realizou este sábado em Angra do Heroísmo.

O dirigente social-democrata destacou o “excelente resultado” do PSD/Açores nas eleições autárquicas, bem como “para o projeto político que governa a Região” em coligação com o CDS-PP e PPM, que obteve cerca de 55.000 votos, “mais 2.000 votos que o Partido Socialista”.

“No seguimento da dinâmica de vitória iniciada nas eleições legislativas regionais do ano passado, o PSD aumentou para oito o número de câmaras municipais que lidera nos Açores e para nove o de assembleias municipais”, disse.

Luís Pereira lembrou também que as candidaturas do PSD/Açores, em listas próprias ou em coligação com CDS-PP e PPM, “conquistaram a presidência de 73 juntas de freguesia, ultrapassando o Partido Socialista pela primeira vez em 12 anos”.

“Os resultados das eleições autárquicas não deixam, assim, margem para dúvidas: há uma clara maioria não socialista nos órgãos de poder local dos Açores”, sublinhou.

O secretário-geral do PSD/Açores, em nome da Comissão Política Regional, agradeceu a todos os autarcas do partido que cessaram funções pelo seu “relevantíssimo trabalho ao serviço dos seus concelhos e freguesias, com um cumprimento especial a Carlos Rodrigues, em Vila do Porto, e a Maria José Duarte, em Ponta Delgada”.

“Deixamos ainda uma palavra de valorização do papel democrático de oposição nos concelhos e freguesias em que as candidaturas do PSD não lograram atingir os seus objetivos. Nessas freguesias e concelhos estaremos concentrados, também, na missão democrática de fazer uma oposição construtiva, desempenhando com humildade o papel que nos foi confiado pelas populações”, frisou.

A Comissão Política Regional do PSD/Açores “analisou ainda o calendário eleitoral interno, para a convocação de eleições diretas e do 25.º Congresso Regional”.

“Atendendo ao calendário eleitoral do PSD nacional, a Comissão Política Regional deliberou não fazer coincidir os atos eleitorais do PSD/Açores com os atos eleitorais nacionais que se devem realizar primeiro”, anunciou Luís Pereira.

Comunicado da Comissão Política Regional do PSD/Açores

© PSD/A | Foto: PSD/A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s