BOLIEIRO DEIXA PALAVRA DE “GRATIDÃO, RECONHECIMENTO E COMPROMISSO” A TODAS AS CASAS DOS AÇORES

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, recebeu sexta-feira, no Palácio de Sant’Ana, os representantes das Casas dos Açores espalhadas pelo mundo, deixando a todos palavras de “gratidão, reconhecimento e compromisso”.

“Este é um momento de encontro e reencontro de Açorianidade. Quero, pois, em nome dos Açores, em nome do Governo Regional, deixar uma palavra afetuosa de gratidão, reconhecimento e compromisso a todos os que aqui, verdadeiros embaixadores da Açorianidade no mundo, representam a nossa alma e sentimento de pertença, independentemente do lugar em que residimos”, declarou José Manuel Bolieiro, citado em nota do Governo.

Aludindo ao período pandémico que impediu iniciativas semelhantes num passado recente, e dizendo que “o afeto não se transmite pela via digital pela mesma forma que pela via presencial”, o Presidente do Governo mostrou-se orgulho pelo “legado de prestígio” de todas as Casas dos Açores.

O governante lembrou que a pasta das comunidades se encontra, na orgânica do Governo, sob a tutela da Vice-Presidência, sinal de que se pretende “um laço mais próximo” com toda a diáspora.

“Todo o Governo está empenhado em manter este compromisso de relacionamento e poder potenciar um relacionamento que tenha um sentido estratégico”, disse ainda, lembrando o potencial do arquipélago no campo turístico e também em matéria de investimentos económicos, por exemplos.

A XXIII Assembleia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores, que volta a juntar presencialmente os representantes destas instituições da diáspora açoriana, reuniu-se de sexta-feira a domingo na ilha de Santa Maria.

Este encontro é organizado pela Vice-Presidência do Governo dos Açores, através da Direção Regional das Comunidades, e tem como principais objetivos a análise e o debate acerca dos principais desafios que as Casas dos Açores enfrentam atualmente. Participam os dirigentes das 16 instituições que se encontram sediadas no Brasil, Canadá, Estados Unidos da América, Bermuda, Uruguai e Portugal.

No âmbito do programa geral do encontro, realizou-se a inauguração da exposição fotográfica “Diáspora no Feminino”, da autoria da jornalista luso-canadiana Humberta Araújo, no núcleo de Vila do Porto do Museu de Santa Maria.

Fazem parte deste Conselho Mundial as Casas dos Açores de Lisboa, Rio de Janeiro, Hilmar, Quebeque, Norte, São Paulo, Nova Inglaterra, Ontário, Winnipeg, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Uruguai e Bermuda.

As recentes Casas dos Açores do Maranhão e da Madeira deverão passar a integrar oficialmente o Conselho Mundial a partir desta reunião em Santa Maria, na qual participa também a Casa dos Açores da Bahia como observadora.

O Conselho Mundial das Casas dos Açores foi criado em 13 de novembro de 1997, na cidade da Horta, com o objetivo de promover e desenvolver atividades que contribuam para a afirmação dos Açores e da sua diáspora no mundo e para o desenvolvimento de relações sociais, culturais e económicas entre o arquipélago e as regiões de implantação de cada uma das Casas dos Açores.

© GRA | Foto: MM | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s