AUTÁRQUICAS 2021: CANDIDATA DO CHEGA QUER “TRANSPARÊNCIA” EM ANGRA DO HEROÍSMO

A candidata do Chega à Câmara de Angra do Heroísmo, Hélia Cardoso, disse esta terça-feira que tem de existir “transparência” na governação da cidade, para que os munícipes “sentirem que as regras são iguais para todos”.

“Tem de haver transparência. Sei que é um tema já muito batido, mas as pessoas têm de saber quais são as regras e sentirem que as regras são iguais para todos e não para meia dúzia de privilegiados”, declarou à agência Lusa.

A candidata do Chega realçou que “muitas” das medidas de promoção da transparência são “simples” e “não custam dinheiro”.

“Sinto que as pessoas contactam a Câmara e é dita determinada informação mas, se contactarem dias depois, essa informação já muda”, exemplificou.

Hélia Cardoso disse estar a fazer um “levantamento dos problemas” da cidade e avançou estar a “estudar” o modelo “indicado” para o tratamento de águas residuais.

“É uma área que estamos a estudar, porque acho que há problemas graves, há munícipes que se queixam que são afetados por isso. Mesmo na zona em frente à baía aparecem detritos, o que afeta a qualidade das águas e a própria beleza natural”, disse.

A candidata indicou não poder “avançar muito” sobre questões relacionados com apoio social, habitação e acessibilidades, por ainda não “ter os devidos conhecimentos técnicos”.

Técnica financeira na direção regional da Saúde, com formação em gestão de empresas, Hélia Cardoso disse que avançou com uma candidatura à Câmara de Angra do Heroísmo porque “acredita no André Ventura”, líder nacional do partido.

“Ele [André Ventura] fez um apelo para que o Chega tivesse uma candidatura à Câmara de Angra. Veio cá e mostrou muito empenho para que isso acontecesse. Apesar de não ter perfil de política, nunca tive atividade política, nos tempos de hoje aparecer alguém em que acredito, tocou-me. Decidi avançar com a candidatura”, revelou.

A candidata de 52 anos considerou a “independência” a “grande mais-valia” do Chega.

“Não estar enredado em teias de privilégios e trocas de favores é para mim a grande mais-valia do Chega. Se defender é porque acredita que é o melhor para todos”, apontou.

O Chega concorre também à Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo apresentando como cabeça de lista, a professora Eleonora Bettencourt.

Desde 1997 que os socialistas lideram o município de Angra do Heroísmo, tendo conquistado, em 2017, cinco mandatos (54,23%), contra dois do PSD (30,37%). O CDS teve 7,59% dos votos.

O atual autarca, Álamo Meneses (PS), já confirmou a recandidatura a um terceiro mandato e o BE anunciou a candidatura de Hugo Bettencourt, enquanto Sandra Garcia será a candidata da coligação PSD-CDS-PPM.

As eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.

© Lusa | Foto: CH | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s