AUTÁRQUICAS 2021: TIBÉRIO DINIS INDISPONÍVEL PARA LIDERAR PROJETO AUTÁRQUICO DO PS NA PRAIA DA VITÓRIA

O atual presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória e candidato anunciado do PS/Terceira às eleições autárquicas do próximo dia 26 de setembro, revelou este sábado, em conferência de imprensa, na vila das Lajes, a sua “indisponibilidade para liderar a candidatura autárquica” do PS na Praia da Vitória, por motivos pessoais, relacionados com a sua “incapacidade de gerir todas as sensibilidades e todas as exigências”, que nos últimos dias e nas últimas horas se impuseram.

“Nas últimas horas comuniquei ao presidente do Partido Socialista dos Açores; Dr. Vasco Cordeiro, e ao secretário coordenador de Ilha do Partido Socialista, o Dr. Sérgio Ávila, da minha decisão pessoal: A decisão da minha indisponibilidade para liderar a candidatura autárquica do Partido Socialista às próximas eleições”, disse Tibério Dinis, numa conferência de imprensa marcada por um tom de voz de muita emoção.

Depois de palavras de agradecimento a todos os envolvidos no processo da candidatura autárquica, onde teceu rasgados elogios a figuras do PS da Praia da Vitória e a colaboradores próximos, avançou para a justificação da sua decisão.

“Como disse, as razões são pessoais: E porque são elas pessoais?”, retoricamente questionou, para concretizar: “São elas pessoais pela minha incapacidade própria, devido à minha génese, de algo que é meu, da minha incapacidade de gerir todas as sensibilidades e todas as exigências”.

Segundo revelou, “nas últimas horas e nos últimos dias impuseram-se um conjunto de sensibilidades e um conjunto de exigências”, no entanto não as nomeou, clarificando apenas que muitas delas “não nasceram nas últimas horas, algumas nasceram bem mais lá atrás”.

“Os últimos quatro anos foram quatro anos muito honrosos e que me honram muito, mas também foram quatro anos muito difíceis e de muito penar. E bem sabem os meus amigos, os meus camaradas, quem trabalha comigo, que gerir todas estas sensibilidades, todas estas exigências, por vezes e infelizmente não é fácil”, disse, para acrescentar que em todo este tempo foram muitos os sacrifícios pessoais e familiares para ir ao encontro de “determinadas exigências e caprichos”, pelo que afirmou: “já chega!”.

Depois de recordar o seu percurso desde que saiu da universidade, em 2011, sempre ligado à causa pública no município praiense e assumindo que não conhece outro rendimento que não o derivado de cargos políticos, esclareceu que não se encontra “refém” desta factualidade, “obrigado a aceitar todas e quaisquer exigências”.

“A mim compete-me nessa indisponibilidade que demonstrei de liderar esse projeto, pela minha incapacidade de gerir esse conjunto de sensibilidades e exigências, apenas dizê-lo: estarei sempre presente e não estou refém dessas exigências, porque a minha liberdade é do tamanho da minha consciência!”, concluiu.

PS/TERCEIRA AGRADECE A TIBÉRIO DINIS

Em nota de imprensa, também este sábado enviado às redações, o PS/Terceira, agradece publicamente a Tibério Dinis o seu “trabalho, empenho e dedicação” político e institucional, nomeadamente, “o desenvolvido como Presidente da Câmara Municipal da Paria da Vitória no mandato que agora termina”.

Nessa comunicação o PS/Terceira faz saber que o nome de Tibério Dinis foi aprovado pela Comissão de Ilha do partido em reunião de 30 de junho, juntamente com o de Alámo Meneses para a autarquia de Angra do Heroísmo.

No comunicado o PS/Terceira, indica que no final desta semana, Tibério Dinis comunicou ao secretário coordenador da Ilha Terceira,” a sua decisão de não ser candidato a Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, por indisponibilidade derivada de razões pessoais, apesar dos esforços feitos para o demover dessa decisão”.

“O PS/Terceira, tendo em conta a natureza dos motivos invocados, respeita essa decisão”, lê-se ainda no comunicado.

QUEM SE SEGUE?

Segundo avançou a Antena 1 Açores, no jornal das 08:30 deste domingo, nomes como o ex-presidente Roberto Monteiro, o atual vice-presidente da Câmara Municipal, Carlos Armando Costa, e o deputado Municipal, Luís Leal, são apontados como eventuais candidatos socialistas, mas o Praia Expresso sabe que o PS/Terceira continua à procura de candidato ao município da Praia da Vitória, tarefa, que diga-se, em função dos acontecimentos recentes não se apresenta minimamente fácil.

© PE | Foto: Facebook Tibério Dinis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s