VILA NOVA: RESOLUÇÃO DOS PROBLEMAS DO SANEAMENTO BÁSICO REPRESENTA INVESTIMENTO MUNICIPAL DE CERCA DE MEIO MILHÃO DE EUROS

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, apresentou esta segunda-feira, o projeto técnico de resolução dos problemas de saneamento básico na freguesia da Vila Nova, que representa um investimento municipal perto de meio milhão de euros, o qual será colocada a concurso público com a maior brevidade possível.

“A intervenção que apresentamos não corresponde ao projeto inicial, com cerca de 20 anos. Este é o resultado de um trabalho, primeiro feito pelos técnicos da Empresa Municipal Praia Ambiente, depois, por técnicos de uma empresa especializada, que pretende aproveitar o investimento feito há muitos anos, mas que nunca funcionou”, disse o autarca citado em nota de imprensa.

“Vamos aproveitar as infraestruturas já existentes e colocar o saneamento básico de Vila Nova a funcionar, através da construção de duas estações elevatórias que farão o encaminhamento do saneamento até uma Estação de Tratamento de Águas que também será construída de raiz”, especificou o edil, na sessão de apresentação da solução à população que decorreu na Casa do Povo da freguesia.

Tibério Dinis alertou que, quando se fala de saneamento básico existe a tendência a pensar em obras causadoras de grandes constrangimentos à população, nomeadamente pelo rasgamento de caminhos, abertura de valas e colocação de condutas, mas, “no caso em apreço, segundo os técnicos responsáveis pelo projeto, apenas será necessário fazer uma intervenção deste género num troço de 250 metros”.

A rede de saneamento básico da Vila Nova foi instalada há cerca de 20 anos, mas nunca chegou a funcionar pelos custos elevados que, naquela altura, teria. Isto porque ou seria necessário, por falta de gravidade, bombear todo o saneamento até à Estação de Tratamento de Águas da Praia da Vitória, ou realizar investimentos de maior monta na própria localidade. A opção, à época, foi não realizar qualquer destes investimentos.

“Com o evoluir da tecnologia, e é preciso frisar isto, hoje é muito menos dispendioso realizar-se o investimento de construção das estações elevatórias e da Estação de Tratamentos de Águas, pelo que daremos prioridade total ao lançamento do concurso público para que esta obra seja concretizada”, disse Tibério Dinis.

Tibério Dinis salientou também que “as soluções técnicas apresentadas garantem que não haverá propagação de maus cheiros na freguesia, nem se registarão descargas de efluentes para o mar”, considerando que a Estação de Tratamento de Águas será edificada numa zona junto à costa marítima da Vila Nova.

“A Câmara Municipal e a Empresa Municipal Praia Ambiente, no que que depender direta e exclusivamente de nós, daremos prioridade total a este projeto, tendo em vista a resolução definitiva deste problema muito antigo da freguesia de Vila Nova”, garantiu.

Na sessão de apresentação da solução técnica para resolução do problema de saneamento básico da freguesia da Vila Nova, Tibério Dinis fez questão de “felicitar a equipa técnica da Empresa Municipal Praia Ambiente pelo trabalho desenvolvido ao longo dos anos e, mais recentemente, pela parceria estabelecida com a empresa de engenharia da especialidade que desenvolveu o projeto”.

© GC-MPV | Foto: GC-MPV | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s