PSD/TERCEIRA ACUSA PS DE “LANÇAR BOATOS” PARA CRITICAR NOVO EXECUTIVO REGIONAL

O deputado dos PSD eleito pelo círculo eleitoral da Terceira e vice-presidente da bancada social-democrata no parlamento açoriano, Rui Espínola, acusou hoje o PS de continuar “a lançar boatos para criticar o novo executivo regional”.

Em causa está a conferência de imprensa desta segunda-feira, do PS/Açores, onde o deputado Berto Messias, lamentou o estado de abandono que o novo Governo liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro votou o projeto Terceira Tech Island.

“Não se sabe se por revanchismo partidário, se por incúria ou se por má vontade, este importante tema não consta nos documentos previsionais para 2021 – facto que muito nos preocupa”, sublinhou, então, o parlamentar socialista.

Para Rui Espínola, “não se entende que alguém que teve, até há uns meses, responsabilidades governativas, faça afirmações gratuitas e sem fundamento, com o único propósito de criticar quem agora gere os destinos da Região”, diz citado em nota de imprensa do partido.

“As verbas necessárias para o TTI estão nos documentos orçamentais, havendo no Plano de Investimentos cerca de 520 mil euros para aquele projeto, como foi imediatamente confirmado pelo Secretário Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego”, argumenta.

Rui Espínola reforça que o Governo Regional já comunicou à Câmara Municipal da Praia da Vitória “que pretende dar continuidade ao projeto, mantendo inclusivamente o contrato ARAAL que garante à autarquia o pagamento das rendas das empresas, que perfazem cerca de 30 mil euros/mês”.

“O projeto não está comprometido, aliás é também público que a formação em programação não parou, e que será iniciado um novo curso da Academia de Código no próximo mês”, acrescenta.

“O TTI está sob a tutela da Secretaria Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, que vai prosseguir a captação de empresas para aquela iniciativa”, concluiu Rui Espínola.

Em 2016, com a redução da presença civil e militar norte-americana na Base das Lajes, foi necessário encontrar um novo paradigma de desenvolvimento para a Praia da Vitória e para a ilha Terceira. Nesse sentido surgiu Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT), o qual previa a implementação do projeto Terceira Tech Island.

Ao abrigo deste projeto antigas lojas de comércio a retalho de artigos importados, no centro histórico da Praia da Vitória, foram substituídas por centros de desenvolvimento de software, que do coração da cidade programam para os quatro cantos do mundo. Desde a sua criação mais de 20 tecnológicas fixaram-se na cidade de Nemésio criando cerca de 170 novos postos de trabalho diretos.

© GI-PSD/A | Foto: GI-PSD/A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s