FALTA DE MÃO-DE-OBRA PARA A AGRICULTURA É “MUITO PREOCUPANTE”, CONSIDERA CHEGA/AÇORES

O deputado regional do Chega/Açores José Pacheco afirmou ontem que a falta de mão-de-obra e a “pouca motivação para atrair mais jovens” para a agricultura açoriana é um “dado muito preocupante” para o setor.

Em nota de imprensa, o partido destaca que a pandemia de covid-19 “tem vindo a agravar os rendimentos” dos agricultores, a que “se somam as contingências” já identificadas antes da pandemia.

“É o caso, por exemplo, da falta de mão-de-obra e da pouca motivação para atrair mais jovens para este setor”, lê-se no comunicado.

Segundo o Chega/Açores, o preço do leite e da carne continuam a ser uma questão que deixa o setor apreensivo quando ao futuro e à sustentabilidade das explorações agrícolas.

Citado no comunicado, o deputado do Chega/Açores, que visitou ontem a feira de Santana, no concelho da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, assegura que está “sensibilizado” para “encontrar soluções” que minimizem as “dificuldades porque estão a passar muitos lavradores e agricultores açorianos”.

“A suspensão das festividades do Espírito Santo, por causa da pandemia, deixa o mercado do gado estagnado por mais um ano, o que provoca mais instabilidade num setor que, por altura das Festas do Espírito Santo, via um rendimento superior”, lê-se na nota de imprensa.

© Lusa | Foto: DR | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s