COVID-19: AÇORES COM NOVAS REGRAS A PARTIR DE SÁBADO

No âmbito da renovação do estado de emergência nos Açores, a partir das 00:00 do próximo sábado, 30 de janeiro, entram em vigor na Região, novas regras de combate à propagação do vírus SARS-CoV-2, decorrente do permanente acompanhamento da evolução epidemiológica por parte das autoridades de saúde regionais, anunciou, esta tarde, o secretário regional da Saúde e Desporto, Clélio Meneses, em conferência de imprensa, no Solar dos Remédios, em Angra do Heroísmo.

Assim, voltam a ser exigidos testes negativos para todos os passageiros que embarcam das ilhas de São Miguel e Terceira com destino a qualquer uma das restantes ilhas. Na prática, esta medida decorre da aplicação da regra das ilhas consideradas como de alto ou médio risco, onde exista transmissão comunitária, com destino a qualquer outra ilha do arquipélago considerada de menor risco de transmissão.

Segundo informou Clélio Meneses, o Conselho de Governo reunido na noite de ontem, determinou também a realização de mais um teste, agora ao 12.º dia, quer para quem se desloque de fora para a Região, quer para a deslocação inter-ilhas cujo nível de risco exige teste prévio à viagem. Ou seja, para quem permaneça 13 dias, terá que fazer obrigatoriamente 3 testes (um prévio à viagem, outro ao 6.º dia e, por fim, outro ao 12.º dia).

“Prolongando-se a estadia em qualquer ilha do arquipélago por sete ou mais dias, ou por treze ou mais dias, o passageiro deve, no 6.º e no 12.º dia, respetivamente, a contar da data de realização do teste de despiste ao SARS-CoV-2, contactar a autoridade de saúde do concelho em que reside ou está alojado, com o objetivo de proceder à realização de novo teste de despiste ao SARS-CoV-2”, anunciou o titular da pasta da Saúde do Governo Regional.

LIMITES DE OCUPAÇÃO DE RESTAURANTES E CAFÉS

Outra das novas regras anunciadas por Clélio Meneses e a entrar em vigor no próximo sábado, prende-se com os limites de ocupação máxima nos restaurantes e cafés, determinado de acordo com o nível de risco dos respetivos concelhos.

Nos concelhos de baixo risco é fixado um número máximo de oito pessoas por mesa, salvo se pertencerem ao mesmo agregado familiar. Em todo o caso, o número máximo de clientes permitido fixa-se em 2/3 da respetiva lotação.

Já nos concelhos de médio risco, o número máximo de pessoas por mesa baixa para seis, salvo se do mesmo agregado familiar, sendo que a ocupação máxima permitida baixa para metade da lotação do respetivo espaço.

Para os concelhos de alto risco, é fixado um número máximo de quatro pessoas por mesa, salvo se do mesmo agregado familiar. Nesses concelhos, a ocupação máxima permitida é de 1/3 da lotação do respetivo espaço.

ENSINO À DISTÂNCIA

Nos concelhos de médio risco aplica-se o modelo de ensino à distância para os níveis correspondentes ao terceiro ciclo e ao ensino secundário e escolas de condução, permitindo-se o ensino presencial para o pré-escolar e primeiro e segundo ciclos.

Nos concelhos de alo risco aplica-se o modelo de ensino à distância para todos os níveis de ensino.

No caso da ilha de São Miguel, os alunos do ensino pré-escolar e dos 1.º e 2.º ciclos do ensino básico nas escolas dos concelhos de Ponta Delgada, Lagoa, Povoação e Nordeste retomam a atividade em regime presencial a partir de segunda-feira, dia 01 de fevereiro. Nestes quatro concelhos, os alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, incluindo os das escolas profissionais, devem manter o ensino à distância, podendo os respetivos estabelecimentos de ensino estar abertos para que se garanta o necessário apoio logístico e trabalho administrativo.

Já nos concelhos da Ribeira Grande e de Vila Franca do Campo não há ensino presencial, mantendo-se o ensino à distância para todos os ciclos e níveis de ensino. Os estabelecimentos de ensino nas freguesias de Rabo de Peixe e de Ponta Garça devem manter-se encerrados, sendo que os restantes dos concelhos da Ribeira Grande e de Vila Franca do Campo poderão estar abertos para apoio logístico e funcionamento administrativo.

Nas restantes ilhas aplica-se o modelo presentemente em vigor, com turmas em isolamento profilático, caso a situação se justifique.

CERCAS SANITÁRIAS

A cerca sanitária na vila de Rabo de Peixe vai manter-se por mais uma semana.

© SRSD | Foto: SRSD | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s