CULTURA NA COMUNIDADE: CARLOS ARMANDO COSTA FAZ BALANÇO POSITIVO DA ADESÃO ÀS FORMAÇÕES EM TEATRO, DANÇA E PIANO PARA JOVENS

O Vice-presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória e responsável pela pasta da Cultura, Carlos Armando Costa, faz um balanço positivo da adesão às inscrições para a formação cultural em teatro, dança e piano, considerando a grande afluência de interessados nestas três vertentes.

O responsável municipal afirma que o número de alunos inscritos “superou as expetativas iniciais”, o que levou a que, em alguns casos, fossem criadas mais do que uma turma para “se poder corresponder à surpreendente procura que houve para esta oferta formativa cultural”, destacando que, apesar do grande número de interessados, as inscrições continuarão abertas, até final de janeiro.

O autarca praiense salienta que as aulas de dança já decorrem e que as restantes terão início em fevereiro. A preparação desta iniciativa contou com uma “estreita e permanente articulação com a Autoridade de Saúde Concelhia”, para que a segurança de todos os participantes fosse assegurada “desde o início”. Reforça ainda que “as aulas irão decorrer sob as normas e recomendações da Autoridade de Saúde”.

Carlos Armando Costa revela também que estão a ser perspetivadas novas aulas de formação cultural, nomeadamente, para a aprendizagem de yoga, guitarra elétrica, bandolim e viola-da-terra, com o período de inscrições a ser divulgado em breve. “Estamos agora a preparar toda a comunicação para este efeito, mas claro está que dada a adesão estamos com algum entusiasmo ao abrir este novo leque de formações algumas delas muito solicitadas pelo público em geral”, disse.

Para esta nova vaga de formações estão já definidos os formadores. Sara Moniz será a responsável pelas aulas de yoga; Luís Silva pelas aulas de guitarra elétrica e bandolim; e Evandro Meneses que vai ministrar as aulas de viola-da-terra. O autarca adiantou ainda que “o Município continua desta forma a apostar nos formadores com vasta experiência, na partilha dos seus conhecimentos”.

O responsável municipal referiu ainda que “à semelhança da oferta formativa inicial”, este novo leque de aulas vai ao encontro da estratégia municipal de “cativar o gosto dos jovens pelas artes, num ambiente verdadeiramente académico, na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira”, bem como, de se “criar um público participativo nas atividades culturais, com massa crítica e ter uma atividade cultural cada vez mais aberta à comunidade”. O autarca manifestou ainda que “o Município está totalmente recetivo a acolher outras propostas de formações na área da cultura e que alguns formadores pretendem levar a cabo”, concluiu.

© GI-MPV | Foto: GI-MPV | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s