GOVERNO DOS AÇORES E SINDICATOS DOS TÉCNICOS DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA NÃO CHEGAM A ACORDO

Reunidos por videoconferência esta sexta-feira, 31 de julho, para negociações relativamente à transição para a nova carreira, a frente sindical representativa dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT) e a secretária regional da Saúde, Teresa Luciano Machado, não chegaram a bom porto, apesar dos ventos favoráveis que aparentemente foram soprados na Horta, a 08 julho, aquando da greve e manifestação destes profissionais.

Segundo comunicado do Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstica e Terapêutica (STSS), enviado hoje aos associados, as negociações de hoje “não resultaram em rigorosamente nada” pelo que consideram que o “Governo Regional dos Açores empurra os TSDT para novas formas de luta”.

Para o STSS as propostas apresentadas pela titular da pasta da Saúde do Governo dos Açores são de todo inegociáveis, por não dignificarem, como deviam, estes profissionais, razão pela qual a negociação foi suspensa para ser retomada à tarde. Mas, lê-se no comunicado, “o cenário foi o mesmo”.

O STSS sublinhando o respeito dos profissionais TSDT pela saúde dos açorianos, diz que vai continuar a lutar para que haja um compromisso negocial como o que foi alcançado com o Governo da Madeira, que possibilitou encontrar soluções notoriamente mais favoráveis para os profissionais.

Recorde-se que as negociações entre Governo e sindicatos do sector já decorrem há meses, com sucessivas interrupções. Os TSDT pretendem que o descongelamento das suas carreiras se faça na nova tabela salarial, independentemente do vínculo laboral, em vez de descongelarem na antiga tabela. Pretendem também a reestruturação das carreiras em três categorias, a alteração ao Decreto-Lei 25/2019, de 11 de fevereiro, que contenha transições justas para os TSDT nas três categorias da carreira e uma grelha salarial equiparada a outras carreiras da Administração Pública, com o mesmo nível habilitacional e profissional.

Desejam ainda que todo o tempo de serviço e a avaliação de desempenho anterior ao processo de transição para a carreira especial dos TSDT releve para efeitos de progressão e alteração de posição remuneratória e a aplicação integral do Acordo Coletivo de Trabalho publicado no Jornal Oficial da Região Autónoma dos Açores – II Série, nº 8, de 11 de janeiro de 2019.

STSS/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s