INICIATIVA “À NOITE NA PRAIA” ABORDA SOLIDARIEDADE NO SÉCULO XXI

“À Noite na Praia” é uma atividade cultural que visa celebrar lugares simbólicos da cultura e história da Praia da Vitória, aliando conversa, música e festa a uma reflexão que recorde o passado e projete o futuro.

A iniciativa, a ter lugar no próximo sábado, 13 de maio, resulta de uma parceria entre o Instituto Açoriano de Cultura e a Câmara Municipal da Praia da Vitória, e pretende a promoção da preservação do património imaterial da Praia da Vitória e o debate sobre a solidariedade no século XXI, num lugar a ela associada (Santa Casa da Misericórdia), com a presença de dois intervenientes de diferentes áreas: Sociologia (Márcio Pimentel) e Psicologia (Letícia Leal), seguido de um apontamento musical tradicional “Pezinho”, que contará com a presença de músicos locais.

De acordo com o sociólogo francês Émile Durkheim, existem dois tipos de solidariedade: a mecânica e a orgânica. A primeira expressa a parecença entre indivíduos e ajusta os detalhes da ligação entre os mesmos. Este tipo de solidariedade manifesta-se através da religião, da família, dos costumes e tradições, aspetos que contribuem para o vínculo social. A segunda, a orgânica, embora possua também o objetivo de melhorar o vínculo social, realiza-se através da divisão social do trabalho. A solidariedade dá-se quando existe interdependência e o reconhecimento de que todos são importantes. Daí que um debate entre especialistas dessas duas áreas se constitua como um bom ponto de partida para uma pertinente reflexão sobre o que é a solidariedade no nosso tempo.

Márcio Pimentel (1991) natural de Angra do Heroísmo. Licenciado em Sociologia, pela Universidade dos Açores, Pós-Graduação em Políticas Públicas e Desigualdades Sociais, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e Formação Avançada em Gestão de Avaliação de lmpacto, pelo ISCTE – lnstituto Universitário de Lisboa.

Iniciou a sua carreira profissional na Administração Pública Regional da Região Autónoma dos Açores, em janeiro de 2015, na Direção Regional da Solidariedade Social, tendo assumido funções de Técnico Superior no Núcleo de Estratégia e Planeamento, posteriormente designado, Núcleo de Estudos e Planeamento. Neste núcleo desenvolveu várias funções e tarefas, colaborando em diversos estudos e no desenvolvimento de várias análises estatísticas em matéria de segurança social.

Entre 2020-2021 participou no Projeto Açores Com Impacto, promovido pela Cresaçor, e em julho de 2021 a julho de 2022, desempenhou funções de Técnico Superior na Vice-Presidência do Governo Regional, no Núcleo de Planeamento, Estatística e Documentação. Atualmente é Coordenador do Núcleo de Estudos e Planeamento da Vice-Presidência do Governo Regional dos Açores.

Letícia Leal (1987) licenciada em Psicologia e com mestrado integrado em Psicologia da Justiça pela Universidade do Minho (2004-2009). Desenvolveu o estágio curricular na UMAR Açores (2008-2009) e Estágio Profissional na PSP – Divisão Policial de Angra do Heroísmo. Desde 2012, é membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses (cédula nº 12909), obtendo em 2016 a especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e especialidades avançadas em Psicologia da Justiça e Comunitária. Possui o CAP e é formadora credenciada pela DRE nas áreas de Desenvolvimento Pessoal e Social, Igualdade de Género e de Oportunidades e Intervenção Sistémica.

De 2010 a 2019, integrou o Núcleo de Iniciativas de Prevenção e Combate à Violência Doméstica da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória. É Técnica de Apoio à Vítima e integrou a equipa técnica de supervisão regional na área da Violência Doméstica até 2020. Integrou de 2011 a 2022, a equipa de intervenção sistémica e familiar (ISSA) que intervém com vítimas e crianças expostas à violência doméstica e conjugal, assim como violência filioparental e intervenção de casal, com supervisão do Dr. Valentin Escudero (Universidade da Corunha).

Em novembro de 2019, integra como psicóloga a equipa técnica do Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil FORTIS da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória dirigido a jovens.

É aplicadora e formadora de Programas de Intervenção baseados nos princípios de Mindfulness, Desenvolvimento de Estilos de Vida Saudáveis e Promoção da Saúde Mental. Atualmente, integra a equipa de coordenação das valências de intervenção com jovens em risco da SCMPV (CDIJ FORTIS, Casa de Acolhimento Residencial TUERI e Centro Ocupacional SALTUS). Integra vários projetos de intervenção psicossocial e de psicoeducação sobre a preparação da gravidez, pós-parto, educação parental, etc. É membro da CPCJ da PV.

É autora e coautora de vários artigos publicados, capítulos de livros e histórias infantis sobre os temas da Psicologia da Justiça, Igualdade de Género e de Oportunidades e sobre Sustentabilidade.

© CB/IAC | Imagem: IAC | PE

Advertisement