CDS-PP CONTRA QUALQUER TENTATIVA DE PROIBIR TOURADAS NOS AÇORES

Em nota de imprensa esta quinta-feira enviada às redações, o grupo parlamentar do CDS-PP no parlamento regional manifestou-se contra a iniciativa legislativa do PAN/Açores que pretende proibir a realização de touradas no arquipélago.

“A posição do CDS-PP é inequívoca: somos contra a pretensão do PAN de proibir touradas na Região. A tauromaquia é parte integrante da cultura popular portuguesa e o CDS-PP sempre foi contra os cortes paradigmáticos abruptos”, afirmou, citada na referida nota, a líder parlamentar, Catarina Cabeceiras.

“As práticas tauromáquicas, além de existirem com o devido enquadramento legal, quer nacional quer regional, são culturalmente enraizadas nos Açores e dão um importante contributo para a economia”, realçou a deputada, estimando, a título exemplificativo, que “à data de 2015, o dinheiro envolvido na realização das touradas à corda na ilha Terceira corresponderia a 11,4% do Produto Interno Bruto da ilha e a 2,47% do PIB da Região”.

Na passada semana os três deputados do CDS-PP na Assembleia Regional reuniram, em Angra do Heroísmo, com representantes da Associação Regional de Criadores de Toiros de Tourada à Corda, da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, da Tertúlia Tauromáquica Praiense e da União Tauromáquica do Ramo Grande.

A reunião teve por objeto precisamente a análise do projeto de Decreto Legislativo Regional do PAN/Açores submetido à apreciação do parlamento sobre a proibição de touradas. Segundo refere a nota, à saída da reunião, Catarina Cabeceiras relatou que “o Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores registou as preocupações manifestadas pelas entidades presentes”, considerando que “os argumentos colocados em cima da mesa constituem importantes contributos”.

“Estaremos atentos e participativos no debate que se seguirá em Comissão na Assembleia Legislativa Regional”, asseverou.

© CDS-PP/A | Foto: CDS-PP/A | PE