QUATRO F-16 ATERRAM NA BASE AÉREA N.º 4, NAS LAJES

Quatro F-16M da Força Aérea Portuguesa aterraram esta quarta-feira, dia 27 de julho, na Base Aérea N.º 4, na vila das Lajes, na ilha Terceira, onde estarão em missão até ao final do mês.

Segundo nota da Força Aérea, a Base Aérea N.º 4 recebe estas aeronaves no âmbito do exercício “Operação Atlântida”, que tem como objetivo “treinar a projeção aérea e a sustentação de aeronaves F16-M no espaço aéreo estratégico de interesse nacional que engloba o triângulo formado pelos arquipélagos dos Açores, Madeira e Continente”.

A “Operação Atlântida” iniciou-se terça-feira, com os F16-M a descolarem da Base Aérea N.º 5, em Monte Real, para efetuar uma missão de Luta Aérea combinada de longo alcance (a mais de 1300 km) com os F-18, da Força Aérea Espanhola, numa zona isolada entre a Madeira e as Canárias.

O Centro de Relato e Controlo do Comando Aéreo, em Monsanto, em conjunto com a Estação de Radar N. 4, no Pico do Areeiro, na Madeira, foram responsáveis por controlar a missão.

No comunicado enviado às redações, o gabinete de relações públicas informa, que durante a permanência dos F-16M na Base Aérea N.º 4, “estão planeadas missões que poderão envolver o sobrevoo de todas as ilhas do Arquipélago dos Açores”.

Estas missões são essenciais para garantir a presença, soberania e segurança do Espaço Aéreo Nacional e Aliado na região Euro-Atlântica.

O regresso à Base Aérea N.º 5, Monte Real, será a 01 de agosto.

© FAP | Foto: FAP | PE