MUNICÍPIO DE VELAS “DÁ VIDA” À FRENTE MAR DA AV. DA CONCEIÇÃO

O Município de Velas procedeu à inauguração do Palco dos Pescadores, sito na Zona do Arco, em plena Av. da Conceição, obra que integra a 2ª fase da Reabilitação Urbana da Sede do Concelho, cerimónia esta presidida pelo secretário Regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública.

De acordo com a nota esta quarta-feira enviada às redações, “o evento serviu de mote para o arranque das Noites de Verão «Velas ConVida», tendo sido abrilhantado pelo Duo Jorgense «Os Severinos»”.

Nesta zona, que se situa na frente marítima da vila, e que na sua génese tem o antigo Bairro dos Pescadores, “foi dada utilização a um espaço livre existente, criando uma estrutura que alia a contemporaneidade às características sociais e humanas predominantes nesta área, desde tempos muito recuados, recordando e homenageando a População que se dedica à faina do mar”, disse, citado na nota, lembrou o presidente do Município, Luís Silveira.

No local onde habitualmente se realiza a Semana Cultural das Velas, foi criada assim uma zona de lazer com um palco ao ar livre, denominado “Palco dos Pescadores”, numa Homenagem às Gentes da Terra, ligadas ao mar, sendo uma estrutura de lazer com vista à gestão e animação desta área urbana da Vila. Nesta, está integrada a antiga Grua do Porto de Pescas da Vila de Velas, que foi recuperada pelas características ancestrais da zona e as suas novas funções de lazer, sendo um monumento também para as Gerações Vindouras.

Segundo lembrou o Edil, o palco foi um compromisso seu e da sua equipa, não tendo sido fácil a sua concretização, “mas os compromissos devem ser honrados. Uma obra que vem dignificar e valorizar a Vila e sobretudo a frente mar. Nós temos uma vila lindíssima, e bem o sabemos e sentimos, mas é tão bom ouvir aqueles que nos visitam, e que dizem vocês têm um Concelho e uma Ilha linda”.

O palco está dividido por dois níveis. Um semienterrado, destinado às zonas técnicas, nomeadamente zona de arrumos, camarins, balneários e instalações sanitárias para o público, as quais em muito virão contribuir para as condições na realização de eventos em termos sanitários.

O edifício foi pensado de forma a enquadrar-se com todo o espaço envolvente, utilizando materiais endógenos, como é o caso da pedra basáltica e a madeira, como elementos integradores da área intervencionada.

Além do Palco foi reabilitado todo o passeio da frente mar ao longo da Avenida entre a Zona do Arco e o Auditório Municipal, com a instalação de mobiliário urbano e iluminação pública, ficando a zona em causa mais aprazível para os residentes, mas também para quem escolhe a Nossa Terra para o seu destino de férias.

O Autarca disse mesmo estar orgulhoso da obra feita, dando aos Velenses mais um espaço da Nossa Vila que estava perdido, Vila com uma frente mar lindíssima, que se estende entre o Cais das Velas, o Arco e a Zona de Entre Morros. Esta última, também no âmbito da 2ª fase da Reabilitação Urbana, está dotada de infraestruturas para a População, onde foi construído um Miradouro “lindíssimo”, com vista para o mar e para a baía de Entre Morros.

“Hoje temos entre o Auditório e o Arco, uma zona de lazer e uma zona de banhos com excelentes condições, uma avenida reabilitada para o usufruto dos transeuntes, espaço este que irá complementar as noites de verão com o lema “Velas ConVida”, destacou Luís Silveira, onde recordou que está a ser preparado pelo Município um programa de eventos para decorrer durante o verão no local.

© CMV | Foto: CMV | PE