BE/TERCEIRA ALERTA PARA RESOLUÇÃO DO PROBLEMA DE MAUS CHEIROS NA FREGUESIA DA FETEIRA

O BE/Terceira alertou esta quarta-feira, para a necessidade da resolução do problema de maus cheiros que afeta a freguesia da Feteira, no concelho de Angra do Heroísmo, situação que se arrasta deste 2017, sem que até hoje tenha sido resolvida.

De acordo com Alexandra Manes, coordenadora do BE/Terceira, citada em nota enviada esta quarta-feira às redações, as “situações de cheiros nauseabundos provenientes de explorações agrícolas na freguesia da Feteira”, arrastam-se “há demasiados anos sem que sejam tomadas as devidas medidas para acabar com este problema que afeta a população”.

Alexandra Manes que falava à margem de uma reunião entre a estrutura do BE/Terceira e o executivo da junta de freguesia local, disse que “segundo os moradores desta freguesia — e confirmado pelo presidente da câmara de Angra do Heroísmo — os maus cheiros iniciaram-se com a instalação de estábulos e perdura desde 2017”.

“Esta situação foi já alvo de queixas e de protestos por parte da população desta freguesia, que se tem mostrado revoltada com a falta de resolução do problema”, acrescentou.

A também deputada do BE no parlamento regional, recordou que em 2020, aquando de uma manifestação dos moradores, em declarações à comunicação social, o presidente da Câmara de Angra do Heroísmo disse ter conhecimento do problema e que o mesmo se ia resolver.

“Há algum tempo que se ouve falar num estudo, no entanto, o verão aproxima-se e nada se resolveu, prevendo-se mais um verão em que as janelas estarão fechadas para evitar a entrada do odor nas casas”, perspetivou.

“O ambiente e a qualidade de vida estão consagrados como direitos fundamentais tanto na ordem jurídica europeia como na portuguesa, e como tal, as entidades com responsabilidade na matéria devem resolver este problema de forma célere, de forma a não prejudicar, ainda mais, as pessoas que vivem nesta freguesia”, apontou.

“Durante quanto mais tempo esta situação vai durar?”, questionou.

A coordenadora BE/Terceira defendeu ainda que a “Câmara Municipal de Angra do Heroísmo deve investir na colocação de um nadador-salvador na zona de banhos da Serretinha”, um local “muito atrativo, cada vez mais procurado por locais e turistas, que merece mais atenção por parte da autarquia”, justificou.

© BE/A | Foto: BE/A | PE