RESGATE DE DOIS PASSAGEIROS A BORDO DO NAVIO DE CRUZEIRO “MARELLA DISCOVERY” AO LARGO DA TERCEIRA

Dois passageiros, de 62 e 69 anos, foram resgatados, por necessitarem de assistência médica urgente quando se encontravam a bordo do navio de cruzeiro “MARELLA DISCOVERY”, a 1.337 quilómetros a sudoeste da ilha Terceira, foi esta segunda-feira revelado.

Em comunicado, a Marinha Portuguesa informa, que através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes) e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU-MAR), coordenou, “o resgate de dois passageiros, de 62 e 69 anos, de nacionalidade britânica, que se encontravam a bordo do navio de passageiros “MARELLA DISCOVERY”, com bandeira de Malta”.

Diz a Marinha que o alerta foi recebido às 11:18 de domingo, 01 de maio, quando o navio navegava “a cerca de 718 milhas náuticas (1337 quilómetros) a sudoeste da Ilha Terceira”.

De imediato, refere o comunicado, “foi contactado o CODU-MAR, que com a colaboração da equipa médica de bordo, determinou a necessidade de evacuação urgente para assistência médica-hospitalar”.

Avaliados pela equipa médica de bordo, a ambos os passageiros “foram diagnosticados fibrilação arterial e crise hipertensiva”.

O resgate foi efetuado pela aeronave EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP), “com a navio a navegar a cerca de 210 milhas náuticas (337.96 quilómetros) a sudoeste da Ilha Terceira”.

Os passageiros foram transportados para o aeroporto da Base das Lajes, onde aterraram às 11:30 do dia 02 de maio, sendo posteriormente transferidos para o Hospital do Santo Espírito de Angra do Heroísmo.

A Marinha informa que estiveram envolvidos nesta operação, “o MRCC Delgada, o RCC Lajes, o CODU-MAR, um helicóptero EH-101, uma aeronave C-295 da FAP, uma ambulância do Serviço Regional de Proteção Civil dos Açores e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras”.

© MP | Foto: MP | PE