PRISÃO PREVENTIVA PARA ALEGADO ASSALTANTE DE TAXISTAS EM PONTA DELGADA

Um homem ficou em prisão preventiva e uma mulher ficou sujeita a apresentações periódicas em esquadra policial devido às suspeitas de dois roubos a taxistas na cidade de Ponta Delgada, revelou hoje a PSP.

Em comunicado o Comando Regional da PSP explica que as detenções do casal, “marido e mulher, com 38 e 21 anos, respetivamente”, ocorreram na segunda-feira, sendo ambos “suspeitos da prática de dois crimes de roubo ocorridos em ocasiões distintas na cidade de Ponta Delgada”, em São Miguel, “em que as vítimas foram condutores de automóveis de táxi”.

De acordo com a PSP, um dos alegados assaltos ocorreu “ao início da madrugada de 25 de março”, depois de o casal ter abordado “a vítima na Praça 05 de outubro, em Ponta Delgada, solicitando-lhe um transporte no táxi”.

Na viatura, o casal “apontou uma faca ao pescoço” do motorista, obrigando-o “a entregar dois telemóveis e todo o dinheiro que tinha em sua posse, 80 euros”, descreve a PSP.

A segunda situação ocorreu na noite do dia 09 de abril.

Segundo a PSP, “a vítima, igualmente um condutor de táxi, foi abordada pelo mesmo casal, na praça onde habitualmente presta serviço”.

O assaltante envolveu “uma corda no pescoço da vítima, imobilizando-a”.

“Sob a ameaça de uma faca apontada ao abdómen, obrigou-o a entregar-lhe o telemóvel e todo o dinheiro que a vítima tinha em sua posse, 200 euros”, acrescenta a polícia.

O Comando Regional da PSP revela ainda que “em ambos os casos, os suspeitos, na altura de identidade desconhecida, colocaram-se em fuga, deixando as vítimas, de 67 e 79 anos, sem reação e em pânico”.

Após “investigação foi possível identificar os suspeitos e obter prova indiciária suficiente que aponta o casal como autores dos crimes”, segundo a PSP.

A polícia adianta que o casal agiu “de forma concertada” e “na sequência de plano previamente delineado”, já que escolheu “as vítimas que apresentavam fragilidades decorrentes de idade avançada”.

Face “à gravidade da situação e do perigo que ambos os suspeitos representam para a sociedade e de modo particular para a classe de taxistas da cidade, a Polícia de Segurança Pública procedeu à detenção de ambos, fora de flagrante delito”, le-se no comunicado.

Após um primeiro interrogatório judicial, à mulher, “sem antecedentes criminais”, foi aplicada “a medida de coação de apresentações periódicas em Esquadra de Polícia”.

Ao homem, “que já possui cadastro criminal, foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva”, informa a PSP.

© Lusa | Imagem: CR-PSP-A | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s