CONCERTO DO 118.º ANIVERSÁRIO DA FILARMÓNICA UNIÃO PRAIENSE

A Filarmónica União Praiense (FUP) completa no próximo domingo, dia 20 de março, 118 anos de existência. A efeméride é assinalada na véspera, 19, pelas 20:30 horas, com um “Concerto de Gerações” no Auditório do Ramo Grande, na cidade da Praia da Vitória.

Fundada em 20 de março de 1904, pelo Pe. José de Sousa Pereira, a FUP tem como sede social parte do antigo convento de São Francisco, sito à rua Serpa Pinto, na cidade da Praia da Vitória.

Desde o início do século e durante os seus primeiros cinquenta anos, foi da FUP que saíram as mais elevadas iniciativas culturais do concelho praiense.

Além das participações no calendário cultural da ilha, a FUP representou a Praia da Vitória em memoráveis digressões pelos Açores e Portugal continental. Neste âmbito destacam-se: 1962, digressão pelas ilhas de S. Jorge, Pico e Faial; 1990, concerto na Semana Cultural das Velas – S. Jorge; 1995, participação no Festival do Ramo Grande; 1996, participação especial no Festival Internacional de Teatro de Montemor-o-Velho, na peça Faldum, encenada pelo Teatro ACERT de Tondela; 1998, produção de espetáculos para o “Dia de Honra dos Açores” na Expo 98, em Lisboa; ainda neste ano a FUP integra a Cooperativa Praia Cultural, ocupando a vice-presidência.

Com a construção de novas instalações, que deram uma melhor resposta ao ensino da música através de salas devidamente preparadas para aulas práticas, como também uma grande melhoria no que diz respeito à banda filarmónica, que passou a dispor de uma sala sonorizada para ensaios.

O Instrumental da filarmónica, um dos seus mais preciosos patrimónios, durante uma época de crise, chegou a estar à venda, assim como o seu fardamento. Valeu a intervenção decidida de um praiense, o Sr. António da Silva, mais conhecido por “António Maminha” que, em conjunto com vários amigos, puseram cobro a esta terrível situação.

No ano de 2013, a filarmónica realizou 2 concertos no Auditório do Ramo Grande, “FUP – The Beatles”, com lotação esgotada; em 2014, novamente, lotação esgotada em duas atuações no Auditório do Ramo Grande, nas Comemorações do 25 de Abril; em 2014, FUP – The Beatles, efetuou um concerto no Serrado do Bailão, durante a realização das Sanjoaninas e em 2015, realizou dois concertos no Teatro Micaelense – “FUP – The Beatles e Canto Livre”.

Presentemente a Escola de Música da FUP apresenta-se como uma referência no sector, preparando, em média, cerca de 15 alunos para integrarem o corpo de músicos executantes. Desta escola já saíram grandes nomes do panorama musical local, regional e nacional.

Há um ano, o concerto evocativo do 117.º aniversário ficou marcado pela passagem de testemunho de maestros. A Antero Ávila, que por 16 anos orientou a única filarmónica da cidade, sucedeu-lhe o jovem compositor Evandro Meneses, então com 24 anos.

© PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s