COVID-19: AÇORES ALARGAM DOSE DE REFORÇO A MAIORES DE 40 ANOS NA PRÓXIMA SEMANA

A dose de reforço da vacina contra a covid-19 será alargada, nos Açores, à população com mais de 40 anos, na próxima semana, havendo já datas para as faixas etárias seguintes no plano regional de vacinação.

“A partir de 17 de janeiro de 2022 passam a ser elegíveis todas as pessoas com idade igual ou superior a 40 anos, priorizando-se o agendamento das pessoas com patologias de risco acrescido”, lê-se no Plano Regional de Vacinação contra a Covid-19, publicado esta quinta-feira na página da internet da Direção Regional da Saúde.

O documento define também datas para o alargamento da vacinação com a dose de reforço contra a covid-19 às faixas etárias seguintes.

As pessoas com mais de 30 anos podem receber a dose de reforço “a partir de 31 de janeiro” e as que têm mais de 18 anos “a partir de 14 de fevereiro”, estando igualmente prevista a priorização do agendamento dos utentes “com patologias de risco”.

A nova versão de plano inclui também a possibilidade de vacinação de crianças entre os cinco e os 11 anos, operação que deverá arrancar no dia 18 ou 19 de janeiro, segundo anunciou hoje o diretor regional da Saúde, Berto Cabral.

Segundo o documento, a administração da vacina às crianças entre os cinco e os 11 anos “deve, sempre que possível, respeitar um intervalo de duas semanas em relação à administração de outras vacinas, independentemente da vacina (aplica-se também à vacina contra a gripe)”.

O plano refere ainda que “a vacinação das crianças com história de Síndrome Inflamatório Multissistémico deve ser avaliada caso a caso pelo médico assistente, aplicando-se o esquema vacinal das pessoas recuperadas de covid-19”.

Quanto à vacinação de crianças com história de miocardite ou pericardite, “deve ser adiada pelo menos até à resolução completa do quadro clínico, avaliada caso a caso pelo médico assistente”.

Os Açores são a única região do país em que ainda não arrancou a vacinação contra a covid-19 de crianças entre os cinco e os 11 anos.

O diretor regional da Saúde, Berto Cabral, disse esta quinta-feira que deverão chegar à região vacinas para essa faixa etária “na próxima segunda-feira” e que “a partir do dia 18 ou 19, há condições para que a vacinação arranque no arquipélago”.

“Cada unidade de saúde de ilha e, tendo em conta a especificidade de cada uma, quer seja na dimensão da população, quer seja no número de recursos humanos que tem para o processo, irá adotar o modelo que for mais funcional. Em São Miguel, prevê-se que seja em casa aberta, na Terceira a unidade de saúde de ilha vai fazer com agendamento”, revelou, em declarações aos jornalistas, à margem de uma visita a uma operação de testagem em massa nas escolas, que arrancou hoje nas ilhas Terceira e São Miguel.

Os Açores têm cerca de 11 mil crianças entre os cinco e os 11 anos, mas a direção regional da Saúde estima que a vacinação atinja um número mais reduzido.

“Sabemos que na prática não vai ser bem assim, porque os números nacionais também já demonstram que a taxa de recusa é superior às outras faixas etárias”, admitiu Berto Cabral.

© Lusa | Foto: DR | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s