GOVERNO REGIONAL NOMEIA COMISSÃO PARA FUNDO DE CAPITALIZAÇÃO DAS EMPRESAS

s

O Governo Regional dos Açores nomeou a antiga líder do PSD/Açores Berta Cabral para a Comissão Técnica do Fundo de Capitalização das Empresas dos Açores, juntamente com Maria do Carmo Oliveira e Ricardo Ferreira.

Em comunicado de imprensa, esta segunda-feira enviado às redações, o executivo açoriano (PSD/CDS-PP/PPM) salienta que o Fundo de Capitalização das Empresas dos Açores foi criado em novembro de 2021, com uma dotação de 125 milhões de euros.

O Governo Regional destaca que aquele fundo tem como “objetivo capitalizar as empresas viáveis da região (incluindo cooperativas e associações com fins comerciais) afetadas pela pandemia de covid-19, assim como combater a subcapitalização do tecido económico regional”.

“O Governo Regional nomeou Maria do Carmo Oliveira, Berta Cabral e Ricardo Ferreira como membros da Comissão, decisão que mereceu parecer favorável do Banco Português de Fomento enquanto Sociedade Gestora do Fundo”, lê-se na nota enviada às redações.

Berta Cabral, 69 anos, economista, foi líder do PSD/Açores, presidente da Câmara de Ponta Delgada, deputada à Assembleia da República e secretária de Estado da Defesa Nacional do Governo da República entre 2013 e 2015.

Foi ainda, entre 1995 e 1996, secretária regional das Finanças do VI Governo Regional dos Açores, tendo substituído na altura Joaquim Bastos e Silva, que tutela novamente as finanças do XIII Governo, liderado por José Manuel Bolieiro.

“A Comissão Técnica de Investimento é um dos três órgãos do Fundo, composta por três personalidades de reconhecido mérito, idóneas e independentes, com experiência na gestão e investimento em empresas”, assinala o comunicado.

O Governo Regional destaca ainda que a política de investimento do fundo, que já foi aprovada, determina “os critérios de elegibilidade, as metas de investimento, o retorno esperado ou as práticas de risco a serem seguidas”.

“Com a criação deste Fundo de 125 milhões de euros, alicerçado na competência da sua Comissão Técnica de Investimento, do Banco Português de Fomento e numa política de investimento inovadora, temos as condições para inverter o ciclo e dar uma resposta eficaz há muito aguardada pelo setor privado”, afirmou o secretário das Finanças, Planeamento e Administração Pública, Bastos e Silva, citado no comunicado.

© Lusa | Foto: GRA | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s