ASSOCIAÇÃO DE SENIORES DE SÃO MUIGUEL LANÇA PROJETO PILOTO PARA ESTUDAR E COMBATER SOLIDÃO DE IDOSOS

A Associação de Seniores de São Miguel apresentou esta segunda-feira, 11 de outubro, o projeto-piloto “Não esquecer – Combater a Solidão”, financiado pelo Governo Regional dos Açores, que visa estudar e, depois, combater a solidão dos idosos na malha urbana de Ponta Delgada.

Em declarações aos jornalistas após a assinatura do contrato de cooperação com o Governo Regional, que decorreu em Ponta Delgada, a responsável da Associação de Seniores de São Miguel, Leonor Anahory, considerou a solidão dos idosos um “flagelo”.

 “Este projeto tem uma primeira fase que será o de compreender este fenómeno nos Açores. Porquê? Porque não há estudos feitos nesta matéria. Vamos tentar compreender esse fenómeno através do recenseamento”, afirmou.

O projeto-piloto, que vai durar seis meses, deverá arrancar nas próximas semanas, incidindo em São Sebastião, São Pedro, São José e Santa Clara, freguesias da zona urbana de Ponta Delgada.

Leonor Anahory avançou ainda que a intenção da Associação é, no futuro, estender o projeto aos outros concelhos da ilha de São Miguel e às restantes ilhas dos Açores.

Na apresentação, o consultor do projeto, o sociólogo Fernando Diogo da Universidade dos Açores, explicou que a iniciativa vai ter três objetivos: recensear os idosos, identificar as causas da solidão e discutir possíveis soluções.

O vice-presidente do Governo dos Açores, Artur Lima, considerou o projeto “muito importante” para compreender as causas associadas à solidão dos idosos.

“A solidão tem de ser estudada em todas as dimensões e na sua profundidade. Por isso, esse estudo é de uma importância e de uma relevância excecional para podermos perceber o que é que acontece e para podermos fazer o diagnóstico e depois aplicar a terapêutica”, afirmou.

O executivo regional, de coligação PSD, CDS, PPM, vai financiar o projeto em 10 mil euros.

 “É importante estudar este assunto. É importante este projeto-piloto, ao qual o governo se associa. E associa-se não tanto pelo valor monetário, que este nem é muito elevado, mas pela importância que isto tem na qualidade de vida da nossa comunidade”, concluiu o governante.

© Lusa | Foto: JF | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s