ASSINADO CONTRATO PARA AMPLIAÇÃO DE AERÓDROMO DA GRACIOSA POR 6,1 ME

O contrato para a requalificação e ampliação do aeródromo da ilha Graciosa, foi assinado pela SATA por 6,1 milhões de euros, tendo em vista a utilização simultânea de 120 passageiros, revelou esta sexta-feira o Governo Regional.

A empreitada tem um prazo de execução de 20 meses (um ano e oito meses), de acordo com a informação do Governo divulgada em nota de imprensa.

A Secretaria Regional dos Transportes, Turismo e Energia esclarece que a demolição da atual aerogare, prevista na obra, “só ocorrerá após a conclusão e funcionamento incondicional da nova aerogare”.

No comunicado, a tutela “informa que, no dia 12 de agosto, foi assinado pela SATA – Gestão de Aeródromos o contrato referente à requalificação e ampliação da aerogare do aeródromo da ilha Graciosa, no valor de 6.164.447,80 euros”.

“Esta empreitada visa dimensionar a aerogare do aeródromo da Ilha Graciosa para a utilização simultânea de 120 passageiros, correspondentes a 75% da lotação máxima de dois [aviões] DASH Q400, que estará a cargo da TREPA, Construção Civil Lda., com um prazo de execução de 20 meses”, é descrito na nota de imprensa.

A Secretaria Regional explica que “a obra será executada numa fase única, mas com a programação intrínseca à garantia do normal funcionamento do aeródromo e instalações conexas”, nomeadamente no que diz respeito à demolição da aerogare atualmente existente.

O projeto vai “abranger a construção de um novo edifício destinado a aerogare, com a área bruta de construção de 2.485 metros quadrados em piso térreo”.

Num dos lados desta nova infraestrutura vai estar o átrio público, “que integra as zonas de estar/espera, balcões de ‘check-in’, bar, espaços comerciais, instalações sanitárias, receção e controlo de carga importada e para exportação”.

No outro lado, vai ficar situada “a sala de embarque com instalações sanitárias, sala de recolha de bagagem, ‘lounge’ de passageiros frequentes, armazenamento e tratamento de carga, incluindo câmara frigorifica, entre outros”.

“Posteriormente, ocorrerá a remodelação do parque de estacionamento existente e a demolição da aerogare existente”, acrescenta o Governo.

Quanto às restantes obras, o executivo destaca “os acessos exteriores e o parque de estacionamento a remodelar, para adaptação à nova implantação da aerogare, englobando uma área de intervenção com 12.120 metros quadrados”.

O investimento “enquadra-se nas iniciativas de valorização e aprimoramento operacional dos aeroportos de gestão regional, previstas no Programa do Governo, como elementos fundamentais para a coesão económica e social da Região”, refere.

© Lusa | Foto: DR | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s