AUTÁRQUICAS 2021: TIAGO ORMONDE (GCE) QUER DAR “NOVA VIDA EMPRESARIAL” AOS TERRENOS SEM UTILIZAÇÃO NO PORTO DA PRAIA

O grupo de cidadãos eleitores (GCE) “Esta é a nossa Praia” propõe dar uma nova utilidade aos terrenos sem utilização no Porto Oceânico da Praia da Vitória, nomeadamente através da sua infraestruturação para o surgimento de novas empresas e negócios nas áreas da reparação naval e náutica de recreio.

O candidato do GCE “Esta é a nossa Praia” a Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, nas eleições Autárquicas do próximo dia 26 de setembro, Tiago Ormonde, citado em nota de imprensa, esta quinta-feira enviada às redações, propõe “dar uma nova vida empresarial” aos terrenos do Porto Oceânico da Praia da Vitória que estão sem utilidade, nomeadamente junto ao porto de pescas.

Após reunir com os responsáveis pela empresa pública “Portos dos Açores” Tiago Ormonde apresentou o Projeto de Requalificação da Frente Marítima da Cidade que, entre outras, propõe “a passagem da doca seca da marina para junto ao atual porto de pescas”.

“Com a implementação desta medida criam-se condições para o surgimento de novos negócios na área da reparação naval e da náutica de recreio, tornando a Praia da Vitória mais competitiva no contexto atlântico, para além de que fará com que a própria capacidade da Marina seja ampliada criando-se uma segunda bolsa para embarcações”, disse.

Paralelamente, acrescentou o cabeça de lista do movimento “Esta é a nossa Praia”, seria necessário “dar uma nova vida empresarial aos terrenos do Porto Oceânico da Praia da Vitória, respetivamente os que estão junto ao porto de pescas, infraestruturando-os no sentido de os libertar em seguida tendo em vista a instalação de novas e de mais empresas nas áreas da reparação naval e náutica de recreio”.

“Esta é também uma forma de criação de emprego sustentável, de apoio ao surgimento de novos negócios e empresas, potenciando a baía da Praia da Vitória no contexto atlântico e fomentando o aproveitamento de uma zona que há muito está sem qualquer utilidade e utilização”, frisou.

Tiago Ormonde insistiu ainda que para a sua candidatura “o Porto da Praia da Vitória deve assumir-se como hub logístico regional, isto é, recebendo a mercadoria vinda do exterior com destino à Terceira e demais ilhas dos grupos Central e Ocidental e daqui procedendo à sua distribuição pelo resto do arquipélago. Não vale a pena continuarmos à espera que aqui sejam criadas grandes infraestruturas. Temos a dimensão que temos e só temos que saber viver com ela e potenciá-la”, concluiu.

© GCE | Foto: GCE | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s