NAVIO DA MARINHA ACRESCENTA MAIS DE MIL QUILÓMETROS QUADRADOS AO MAPA DO MAR PORTUGUÊS NOS AÇORES

O navio hidro-oceanográfico D. Carlos I chegou esta quarta-feira ao porto da Horta, após concluir uma campanha científica, no arquipélago dos Açores, em que acrescentou cerca de 1 346 km2 (equivalente a, aproximadamente, 1 milhão de piscinas olímpicas) sondados ao Mapeamento do Mar Português, no âmbito do programa SEAMAP 2030 e da cooperação com o Governo Regional dos Açores.

A campanha científica consistiu no levantamento hidrográfico, com os sistemas sondadores multifeixe de bordo, de áreas com especial interesse para o estudo dos ecossistemas do mar profundo, de toda a costa norte da ilha de São Jorge e de uma área com extensão de 40 milhas náuticas (o equivalente a, aproximadamente, 2 maratonas olímpicas) a sudeste da ilha do Pico.

No âmbito do projeto CETUS, e da colaboração da Marinha Portuguesa com o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), juntaram-se à guarnição do navio duas observadoras de cetáceos, tendo sido avistados, na área de campanha científica, vários exemplares das espécies Golfinhos comuns (Delphinus delphis), Roazes (Tursiops truncatus), Golfinhos Riscados (Stenella coeruleoalba), Golfinhos Pintados do Atlântico (Stenella frontalis), Cachalotes (Physeter macrocephalus), Golfinhos de Risso (Grampus griseus) e uma Baleia (Balaenoptera sp).

Na área científica da Oceanografia, lançaram-se quatro flutuadores derivantes Wavy Ocean do projeto MELOA (financiado pelo programa-quadro de investigação e inovação da União Europeia Horizonte 2020 – H2020), e de quatro boias derivantes, no âmbito da cooperação entre o Instituto Hidrográfico (IH) e o Global Drifter Program (GDP) da National Oceanic and Atmospheric Administration – USA (NOAA).

O navio, que estará no porto da Horta até ao dia 27 de agosto, deu ainda apoio logístico a uma equipa de quatro elementos da Brigada Hidrográfica do IH, que realizou levantamentos hidrográficos portuários na ilha da Pico com a embarcação de sondagem «Gaivota».

O NRP D. Carlos I é comandado pelo capitão-fragata Teotónio J. P. Barroqueiro e tem uma guarnição de 38 militares.

© CZMA | Foto: CZMA | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s