AUTÁRQUICAS 2021: TIAGO ORMOMDE (GCE) QUER CRIAR UNIVERSIDADE DO ATLÂNTICO, HUB LOGÍSTICO NO PORTO DA PRAIA E EMPREGO SUSTENTÁVEL

O Grupo de Cidadãos Eleitores (GCE) “Esta é a nossa Praia” defende a “criação de emprego sustentável” no concelho como “prioridade absoluta”, definindo estratégias que passam pelo “reforço do Gabinete de Empresa”, a criação “da Universidade do Atlântico” (no âmbito da Base das Lajes) e definição do porto da Praia da Vitória como “hub logístico regional”.

O cabeça de lista da candidatura do Grupo de Cidadãos Eleitores “Esta é a nossa Praia” à presidência da Câmara Municipal da Praia da Vitória, nas eleições Autárquicas do próximo dia 26 de setembro, Tiago Ormonde, citado em nota de imprensa defende, “como prioridade absoluta” a “criação de emprego sustentável” no Concelho, apresentando várias soluções para a concretização de tal objetivo.

Após reunir (acompanhado por vários dos elementos da sua lista à Câmara Municipal, assim como candidatos que integram a lista da candidatura independente à Assembleia Municipal da Praia da Vitória) com a Direção da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo, Tiago Ormonde focou-se “em medidas de apoio municipal à criação de um setor privado forte”, como medida fulcral para o estímulo ao surgimento de novos postos de trabalho.

“Desde logo importa reforçar as competências do Gabinete de Empresa que a Câmara Municipal já dispõe, passando este serviço a funcionar como um mecanismo de captação e atração de investimento e do subsequente acompanhamento próximo dos empresários”, sustentado esta visão “em dois grandes sistemas de incentivos: o Invest in Praia e o Projeto de Interesse Municipal” afirmou.

No primeiro caso, especificou, “trata-se de implementar um upgrade ao Regulamento Municipal existente designado por ‘Viver e Investir na Praia da Vitória’ e, no segundo caso, de colocar efetivamente ao serviço dos investidores privados o ‘Projeto de Interesse Municipal’, um outro Regulamento de apoio à iniciativa privada, mas que foi pouco ou nada promovido. Ambos são sistemas de apoio que contemplam um conjunto de apoios financeiros, redução de taxas e impostos municipais e redução de burocracias, fundamentais para estimular e fomentar o surgimento de novas empresas”.

Por outro lado, prosseguiu, a candidatura dos independentes aos órgãos autárquicos da Praia da Vitória preconiza “a rápida infraestruturação do novo Parque Empresarial das Lajes e a assunção, por parte do Município, da gestão do Parque Industrial do Cabo da Praia, reforçando e ampliando as infraestruturas de acolhimento empresarial disponíveis no Concelho”.

Ainda no Cabo da Praia, Tiago Ormonde insiste na “definição clara e cabal do Porto Oceânico como hub logístico regional, servindo todo o Grupo Central em complemento ao Porto de Ponta Delgada, e, se necessário for, investir no Porto da Praia da Vitória o necessário para crescer e ter condições para se tornar competitivo no contexto Atlântico”.

Ambiciosa é também a proposta de criação “da Universidade do Atlântico”, academia centrada na realização de projetos de investigação na área dos assuntos do mar, “reivindicando junto do Representante da República o desenvolvimento da sua magistratura de influência junto do Governo nacional para que tal projeto se desenvolva nas instalações afetas à Base das Lajes”.

A candidatura liderada por Tiago Ormonde coloca ainda em cima da mesa o desenvolvimento de projetos ao nível da criação de “um verdadeiro ecossistema de inovação científica e tecnológica, oferecendo condições para a fixação de empresas de novas tecnologias, através do Terceira Tech Island (em parceria com o Governo Regional) que permita fixar empregos jovens”, assim como, no âmbito da incubadora de empresas Praia Links, “passar a existir um papel ativo no auxilio à criação de empresas, essencialmente em setores estratégicos de crescimento na Praia da Vitória”.

Por fim, uma aposta na parceria com a Escola Profissional da Praia da Vitória, na qual se pretende “aumentar a qualificação e formação de ativos”, nomeadamente ao nível da “conversão ou reconversão de mão-de-obra qualificada para os setores com maiores necessidades e que vá de encontro à procura dos empresários locais”.

© GCE | Foto: CGE | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s