VILA DO PORTO: MUNICÍPIO INSTALA PONTOS DE RECOLHA PARA RESÍDUOS AGRÍCOLAS

O Município de Vila Porto, na ilha de Santa Maria, procedeu recentemente à instalação de vários pontos de recolha “específicos e devidamente identificados” para deposição de resíduos provenientes das explorações agrícolas, informa a Câmara Municipal em publicação no seu sítio da internet.

Segundo a mesma, hoje consultada pelo PE, “é possível distinguir uma variedade de categorias de tipos de resíduos provenientes da atividade agrícola”. Refere a publicação que, “dados referentes a 2020, demonstram que, do total de resíduos indiferenciados recolhidos nos circuitos de recolha indiferenciada e encaminhados para o Centro de Processamento de Resíduos de Santa Maria, 4 toneladas corresponderam a plásticos agrícolas”.

Decorrente desta análise e no âmbito da “política de sustentabilidade ambiental adotada pela Autarquia”, foram instalados vários pontos de recolha específicos e devidamente identificados para deposição de resíduos provenientes das explorações agrícolas, tendo a Câmara privilegiado a sua localização junto a pontos de abastecimento de água à agricultura.

Nesta primeira fase, o único município da ilha de Gonçalo Velho, instalou “4 pontos de recolha na freguesia de Santo Espírito, concretamente nos lugares do Cardal, Piedades e Lapa de Baixo, prevendo o Município alargar brevemente a sua instalação nas restantes freguesias do concelho”, referencia a publicação.

“Com esta iniciativa o Município de Vila do Porto, pretende por um lado, implementar um sistema de recolha assente num modelo de proximidade, criando-se assim, condições que visam facilitar a deposição seletiva dos plásticos agrícolas, evitando-se a colocação e mistura nos contentores municipais destinados a resíduos indiferenciados”, acrescenta.

A publicação alerta ainda, para o facto de os pontos agora instalados destinarem-se “apenas à deposição de resíduos de plástico e rolos de silagem, plásticos de rolos hortofrutícolas, sacas de ração e adubo”, os quais são depois recolhidos pelos serviços municipais e encaminhados para um operador de gestão de resíduos licenciado, “contribuindo-se assim para a redução da pegada ambiental e ao incentivo de boas práticas agrícolas”.

Paralelamente, a Autarquia irá desenvolver uma campanha de sensibilização que assentará em campanhas de informação e educação ambiental, com vista ao esclarecimento dos produtores agrícolas, sobre a importância da separação e encaminhamento a destino final adequado destes resíduos.

© CMVP | Foto: CMVP | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s