FUTEBOL: MAURÍCIO TOLEDO FAZ BALANÇO POSITIVO ÀS PRIMEIRAS SEMANAS DE COMPETIÇÃO

Maurício Toledo, presidente interino da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH) mostra-se satisfeito com a forma como está a decorrer a competição nas três ilhas sob jurisdição da AFAH, nestes primeiros tempos após a retoma.

Para Maurício Toledo, é motivo de satisfação o modo como a atividade se está a desenrolar e refere que, “se há uns meses todos os intervenientes do desportivo, e os cidadãos de um modo geral, tinham imensas dúvidas quanto à retoma das competições, quando é que iria ocorrer, em que moldes seria o regresso, se seriam retomadas e logo de seguida interrompidas, entre outras questões levantadas, hoje vemos o futebol e o futsal a serem devidamente promovidos nas três ilhas sob jurisdição da AFAH, e por todo o país”. Ainda em relação ao balanço de início de época, para o dirigente da Associação esta situação só foi possível graças aos intervenientes, referindo que “a retomada está a ser feita de forma segura, cumprindo-se as medidas e recomendações das autoridades de saúde. E é graças a este cumprir de regras, por parte de todos os intervenientes desportivos, incluindo aqui, naturalmente, os adeptos, que a atividade desportiva tem decorrido com relativa normalidade, dadas as circunstâncias atuais, e sempre em segurança”.

De modo a mitigar o impacto causado pela pandemia nas contas dos clubes filiados, a AFAH tomou algumas medidas extra. E, segundo Maurício Toledo, “estas medidas, naturalmente, obrigam a um esforço por parte da AFAH. No entanto, consideramos serem fundamentais para reduzir o impacto que a pandemia causou, e continuará a causar, nos clubes”. Para o dirigente, a quebra de receitas dos clubes tinha de ser colmatada. E, neste sentido, referiu que “muitas das medidas de apoio transitam de épocas anteriores, só que em alguns casos a percentagem do apoio atribuído subiu esta época. Também surgiram algumas outras medidas pela primeira vez, como foi o caso do apoio nas inscrições/seguros de jogadores dos escalões de formação e dos agentes desportivos não praticantes, em ambos os casos, dos clubes reconhecidos no Processo de Certificação de Entidades Formadoras, com um desconto no valor de 5% por cada grau de certificação obtido”. Segundo o dirigente, há alguns apoios que traduzem o forte investimento feito pela AFAH e que significam poupanças muito importantes para os clubes, entre elas enumerou “o apoio a 100% na primeira emissão dos cartões (futebol e futsal) de todos os agentes desportivos; apoio a 50% nas inscrições/seguros dos jogadores de todos os escalões de formação; apoio nas quotas de arbitragem, a 100% no caso dos jogos da formação; ou ainda o apoio na inscrição de jogadores às equipas de futebol e futsal participantes nos campeonatos de âmbito local”.

Maurício Toledo termina com a confiança de que as provas continuarão o seu rumo natural, “se todos os intervenientes permanecerem conscientes das respetivas responsabilidades, focados no desenvolvimento dos atletas, restantes agentes desportivos e das equipas, e nesta fase em particular com muita atenção às questões de segurança inerentes ao controlo da pandemia, certamente que o futuro será risonho”. E deixa ainda a garantia de que “a AFAH estará atenta à situação dos clubes e novos apoios poderão surgir, se for algo necessário para o equilibro financeiro dos mesmos”.

© GC-AFAH | Foto: AFAH | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s