REGIONAIS 2020: CARLOS PINTO É CABEÇA DE LISTA DO PPM/AÇORES POR SANTA MARIA

O Partido Popular Monárquico (PPM) Açores inicia esta quinta-feira, 27 de agosto, a divulgação dos cabeças de lista do partido pelos diversos círculos eleitorais de ilha, informa uma nota informativo dos monarcas açorianos.

Segundo a mesma, o partido diz-se “consciente da enorme exigência das difíceis circunstâncias que os Açores enfrentam na atualidade: crise de saúde pública; falência das contas públicas; uma emergência social sem precedentes, que deixou milhares de açorianos em situações de grande vulnerabilidade; uma grave crise económica e o colapso do sistema autonómico democrático açoriano, que se caracteriza pelo absoluto controlo do poder pelo partido governamental através da apropriação partidária da administração regional e a criação de um sistema de punição e inibição da oposição política democrática”.

Nestas circunstâncias, a candidatura do PPM em Santa Maria, enquadra a nota, “nasce da vontade que muitos marienses têm de «dar voz» a Santa Maria. Aos seus problemas e aspirações. Da vontade de afirmar uma oposição democrática ativa, que não se silencie por medo, por incapacidade ou simplesmente por negligência”.

Para o PPM/Açores, a presente candidatura quer colocar Santa Maria no mapa político dos Açores, dotando-a de uma voz forte, prestigiada e interventiva.

A candidatura do PPM/Açores pelo círculo eleitoral de Santa Maria é encabeçada pelo médico Carlos Pinto, atual Delegado de Saúde da ilha de Santa Maria, que tem um percurso de quatro décadas de serviço público na ilha de Santa Maria. Foi também deputado do PS entre 1988 e 1992, quando esse mesmo partido denunciava o monopólio do poder por parte do PSD durante duas décadas, que levou Carlos César a pronunciar a célebre frase: “20 anos de poder ininterrupto é demais em qualquer lugar do mundo, criam-se vícios e clientelas. É preciso mudar”. O Dr. Carlos Pinto regressa agora à atividade política com o mesmo objetivo de 1988: dar voz aos marienses e combater o monopólio do poder por parte de um só partido ao longo de décadas”.

Carlos Pinto é, até agora, o único médico – existem outros médicos na sua lista de candidatura – que se encontra num lugar elegível no âmbito das próximas eleições legislativas regionais. Pois, enfatiza o PPM/Açores, “o PS não integrou nenhum médico nas suas candidaturas e o PSD também não colocou nenhum clínico em lugar elegível. Em circunstâncias tão particulares como as que os Açores enfrentam é, no mínimo, estranho que o Parlamento não possa contar com o apoio e a colaboração de médicos prestigiados e experientes na formulação e debate das propostas parlamentares e governamentais”.

A nota informativa do PPM/Açores, finaliza acrescentando que, “os independentes que integram a candidatura do PPM por Santa Maria reveem-se no trabalho parlamentar realizado pelo deputado Paulo Estêvão. Um trabalho intenso, responsável e sério. É precisamente isso que nos propomos fazer desde o primeiro dia em que assumirmos a responsabilidade de representar os marienses. Para acabar com o marasmo. Para reivindicar o futuro. Para servir os marienses”.

Foto: © PPM-A | PPM-A/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s