HAJA PEDRAS PORQUE AS FITAS JÁ NÃO SERVEM

Alexandra Manes

Anda o Governo Regional desenfreado pelas ilhas, naquelas que são as visitas estatutárias, mas que as pessoas, vulgarmente, denominam de campanha eleitoral.

É a sabedoria das pessoas respondendo ao que vêem quando se aproxima um ato eleitoral.

Recentemente, andaram – presidente, vice e demais secretárias e secretários regionais, acompanhados dos presidentes das autarquias, pelos concelhos da Terceira.

O sentido de obrigação de ter uma agenda preenchida, levou a que se assistisse a mais uma manobra eleitoralista, centrando-se em inaugurações de obras que já se encontram em funcionamento e em anúncios de promessas repetidas, que se intercalam em legislativas e autárquicas.

A inauguração do parque de ciência e tecnologia Terinov – que já está em funcionamento há mais de um ano – é demonstrativo da falta de trabalho feito que o Governo tem para mostrar na ilha Terceira.

Assistiu-se, também, ao regresso de promessas repetidas pelo PS, como é o caso do hub logístico da Praia da Vitória e da construção de um cais de cruzeiro neste município, uma promessa estreada em 2008, por Carlos César. A pergunta para um milhão de euros? O governo norte-americano já deu o “yes” a essa obra? Ano após ano, campanha após campanha, maqueta após maqueta, não se percebe qual o ponto da situação.

Mas, compreende-se que Vasco Cordeiro não se sinta confortável, nem seguro, para pegar num bocado de massa e chapar nalgum pedregulho, afinal, quem manda ali continua sendo o mesmo governo que impede que as infra-estruturas da Base sirvam como uma verdadeira alavanca para a economia da Terceira.

E, claro, que não podia faltar a cerimónia inútil e propagandística da “primeira pedra”, neste caso da obra de construção da rampa ro-ro do porto das Pipas, uma promessa que se arrasta desde 2014.

Resumindo e concluindo, valha-nos a Secretária Regional das Obras  Públicas e Transportes que nos brindou com os dois momentos auge desta visita: inaugurar a grua para o Porto da Vitória, sentando-se ao lado de um manobrador, alcançando o céu que o braço da grua lhe permitiu e a inauguração de um…parque de estacionamento, na Silveira.

Já agora, e aproveitando estas linhas, recomendo que sejam plantadas umas árvores para arejar aquele espaço…

Após a inauguração, com pompa e circunstância, de um parque de estacionamento, pergunto: Onde estão obras e/ou projetos determinantes para a estratégia de desenvolvimento da Terceira e consequentemente para a região?

Alexandra Manes
Coordenadora do BE/Terceira
Dirigente do BE/Açores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s