CALHETA: CANDIDATURA DAS FESTAS EM HONRA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO É PRÉ-FINALISTA NACIONAL DAS 7 MARAVILHAS DA CULTURA POPULAR

A candidatura das Festas em Honra do Divino Espírito Santo, do Município de Calheta, na ilha de São Jorge, foi eleita, no passado dia 24, pré-finalista nacional do concurso 7 Maravilhas de Portugal, este ano dedicado à Cultura Popular.

Num programa transmitido ao longo do dia pela RTP 1, a partir precisamente da Calheta, as Festas em Honra do Divino Espírito Santo competiam pela passagem à fase seguinte com outros 6 patrimónios da Cultura Popular açoriana, distribuídos pelas sete categorias a concurso: “Artesanato”; “Lendas e Mitos”; “Festas e Feiras”; “Músicas e Danças”; “Rituais e Costumes”; “Procissões e Romarias”; e “Artefactos”.

Assim, na categoria “Rituais e Costumes”, as Festas em Honra do Divino Espirito Santo, tinham como concorrentes o Artesanato Baleeiro das Lajes do Pico, na categoria “Artesanato”, as Cavalhadas de São Pedro da Ribeira Grande, em “Rituais e Costumes”, a Chamarrita do Pico da Madalena, em “Música e Danças”, as Escamas de Peixes de Ponta Delgada, em “Artesanato”, a Lenda das Sete Cidades também de Ponta Delgada, em “Lendas e Mitos” e as Festas do Divino Espírito Santo do Pico, da Madalena, em “Festas e Feiras”.

Na hora da consagração, em direto para os microfones da RTP1, o presidente do Município da Calheta, Décio Pereira, manifestando-se honrado pela passagem à fase seguinte do concurso estendeu o doce sabor da vitória todas as outras ilhas e a todos os açorianos.

“A candidatura da Calheta não uma candidatura só da Calheta e não é só de São Jorge, é uma candidatura dos Açores. O Espírito Santo faz parte da identidade de todas as nossas ilhas. Tem muitas manifestações, muita diversidade, muita cultura e muito convívio, portanto, a nossa candidatura é dos Açores”, disse Décio Pereira segurando o respetivo galardão.

Com esta votação as Festas em Honra do Divino Espírito Santo da Calheta passam às meias-finais do concurso. Nas meias-finais estarão os 20 vencedores das eliminatórias regionais e mais 8 patrimónios a repescar através de votação entre os 20 segundos classificados de cada eliminatória.

Cada meia-final será constituída por 14 patrimónios dos quais 7 passarão à grande finalíssima, para eleição das 7 Maravilhas da Cultura Popular.

Foto: © CMC | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s