CADA FAMÍLIA AÇORIANA VAI RECEBER UM EXEMPLAR DA NOVA EDIÇÃO DO LIVRO “PROTEÇÃO CIVIL EM CASA”, ANUNCIA TERESA MACHADO LUCIANO

A Secretária Regional da Saúde anunciou hoje que será distribuída nas residências açorianas, a partir do final de julho, uma nova edição do livro ‘Proteção Civil em Casa’, reforçando a consciência de que “a proteção civil começa em casa, com a educação e a conduta de cada cidadão”.

Na apresentação da publicação, que assinalou o 16.º aniversário do Centro de Formação de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, em Angra do Heroísmo, Teresa Machado Luciano informou que o livro será distribuído pelos CTT “pelas mais de 98 mil residências da Região, estando previsto que os primeiros exemplares sejam entregues já no final deste mês de julho”.

O manual ‘Proteção Civil em Casa’, cuja primeira edição remonta ao início dos anos 2000, integra-se na “aposta que o Governo dos Açores tem concretizado nas áreas da formação, informação e sensibilização da população”, constituindo uma “excelente ferramenta, que poderá fazer a diferença, diminuindo consequências em caso de acidente ou catástrofe”, afirmou a Secretária Regional.

O livro pretende incutir junto dos cidadãos “a consciência de que todos são agentes de proteção civil, devendo, por isso, conhecer as medidas de prevenção e as normas de autoproteção aconselhadas para cada situação de risco, cumprindo-as com serenidade e espírito de solidariedade”, afirmou a titular da pasta da Proteção Civil.

Nesta reedição, adiantou Teresa Machado Luciano, são introduzidas “temáticas caraterísticas dos tempos atuais, que nos ajudam a enfrentar novos desafios, como a aplicação PROCIV Azores ou o Sistema de Emergência para Deficientes Auditivos e da Fala”.

Outra novidade, acrescentou, “é a secção dedicada ao suporte básico de vida para adultos, que explica como atuar perante um indivíduo que se encontre em paragem cardiorrespiratória”, um ato que pode aumentar substancialmente a probabilidade de sobrevivência da vítima quando iniciado nos primeiros minutos após a paragem cardíaca.

A governante destacou ainda que a criação do Centro de Formação de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, na ilha Terceira, a 10 de julho de 2004, foi um “fator determinante” na evolução da qualidade da formação ministrada pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

“Desde a criação do Centro de Formação da Proteção Civil dos Açores até março deste ano, este espaço recebeu mais de 250 ações de formação, permitindo abranger mais de 3.000 formandos”, frisou Teresa Machado Luciano, acrescentando que “os cursos abrangem 41 áreas formativas”.

A titular da pasta da Proteção Civil referiu ainda que está em desenvolvimento o projeto ‘Futuro em Segurança – Abordagem Preventiva para a Mitigação de Riscos’, direcionado para a sensibilização e a prevenção e dirigido a toda a população açoriana, desde a idade pré-escolar até à idade sénior.

O Centro de Formação, que comemora agora o seu 16.º aniversário, integra infraestruturas para o treino de operacionais dos Corpos de Bombeiros e de outras entidades regionais e nacionais, num espaço de cerca de cinco hectares, respondendo às caraterísticas e necessidades específicas da Região Autónoma dos Açores.

Possui valências de treino técnico especializado ao nível da emergência pré-hospitalar, combate a incêndios estruturais, combate a incêndios industriais, intervenção em salvamento e desencarceramento rodoviário, salvamento em altura, salvamento em espaços confinados e intervenção em catástrofe.

Fotos: © GaCS/SRS | GaCS/SRS/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s