GREVE DOS TSDT: GOVERNO ANUNCIA REUNIÃO PARA DIA 31

O Presidente do Governo encontrou-se hoje, na ilha do Faial, com Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (TSDT), que manifestavam-se junto à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, a quem comunicou que as suas pretensões de carreira profissional estão a ser devidamente analisadas pela Secretaria Regional da Saúde.

“Há uma reunião que foi pedida e que está prevista para o dia 31 deste mês. Os técnicos de diagnóstico e terapêutica têm enviado as suas exposições para o meu Gabinete. Também na sequência disso, há um trabalho que está já a ser feito por parte da Secretaria Regional da Saúde”, referiu Vasco Cordeiro, em declarações aos jornalistas.

Após o encontro, o presidente do Governo adiantou que este assunto será “devidamente estudado e analisado” até ao dia 31, no sentido de, nessa reunião entre as duas partes, “ver se é possível encontrar uma solução satisfatória”.

“Não vim aqui anunciar soluções milagrosas, mas apenas dizer-lhes, por uma questão de respeito, que estamos a trabalhar no assunto e que esperamos que essa reunião do dia 31 permita avançar neste processo”, disse Vasco Cordeiro.

Convocada pelo STSS (Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica), SINDITE (Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica, SFP (Sindicato dos Fisioterapeutas Portugueses) e SINTAP (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos, os TSDT dos Açores, estão hoje de greve, decorrendo simultaneamente concentrações de protesto nas ilhas do Faial (Assembleia Legislativa Regional), São Jorge (representação da Assembleia Legislativa), Terceira (Secretaria Regional da Saúde), São Miguel (Palácio de Santana) e Santa Maria (Unidade de Saúde da Ilha de Santa Maria).

A jornada de luta dos TSDT açorianos deve-se ao impasse e posterior interrupção do processo negocial por parte da Secretaria Regional da Saúde, referente à contagem do tempo de serviço para efeitos de reposicionamento remuneratório e revisão da carreira.

Os TSDT exigem a retoma das negociações com vista a encontrar uma base de entendimento que, à semelhança do que aconteceu na Região Autónoma da Madeira, permita uma valorização e dignificação da carreira dos cerca de 378 profissionais que prestam serviço nos estabelecimentos e unidades de saúde da Região Autónoma dos Açores.

Para já, o primeiro objetivo terá sido conseguido: retoma das negociações. Resta esperar pelo próximo dia 31 para ver o rumo das mesmas, na certeza que, a melhor forma de cuidar da saúde dos açorianos é respeitar, valorizar e dignificar os profissionais que na linha da frente, dia a dia, no serviço público, cuidam, tratam e zelam por esta mesma saúde, como claramente ficou demonstrado pela pandemia COVID-19.

Foto: © GaCS | GaCS/PC/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s