LANÇAMENTO DA OBRA: “ÉPOCAS MEMORÁVEIS DA ILHA TERCEIRA DOS AÇORES” – (3 VOLS.)

Acaba de sair uma nova obra da coleção Clássicos dos Açores, Épocas Memoráveis da Ilha Terceira dos Açores (3 vols.), da autoria de José Joaquim Pinheiro e de seu filho Manoel Pinheiro, editada pelo Instituto Açoriano de Cultura.

Com a reedição desta importante obra o IAC pretende contribuir para o conhecimento e a promoção do património do concelho, bem como dar a conhecer uma obra que abarca a história da ilha de 1450 a 1832, com enfoque no concelho de Angra, enriquecida com um prefácio de Avelino de Freitas de Meneses. Obra que o IAC edita com apoio da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, para uso dos estudiosos e curiosos da historiografia insular.

Com a publicação desta obra assinala-se, também, o início das celebrações do liberalismo, momento histórico em que Angra desempenhou um relevante papel, que lhe traria o Heroísmo ao topónimo.

Na génese de Épocas Memoráveis da Ilha Terceira esteve a intenção de legar às novas gerações narrativas e sucessos de várias gerações de terceirenses, a fim de que a mocidade se servisse desses exemplos para a construção de um futuro melhor. A obra acabou, no entanto, por cair nalgum esquecimento. Resgatá-la do olvido era, pois, imperioso, numa época em que se valoriza cada vez mais o património histórico e literário.

Épocas Memoráveis da Ilha Terceira integra a coleção “Clássicos dos Açores”, que visa dar a conhecer obras relevantes, redigidas quer por autores regionais, quer por visitantes, e que abordam diferentes aspetos do património natural ou cultural das nossas ilhas. Pretende-se, assim, disponibilizar obras de referência, tornando-as acessíveis ao público em geral, para se perceba melhor a evolução dos estudos sobre a natureza, a história, a geografia e a cultura dos Açores.

FICHA TÉCNICA
Título Épocas Memoráveis da Ilha Terceira dos Açores
Volume I/II
1.ª Época – Idade D’Ouro (1450-1580)
2.ª Época – Idade de Prata (1580-1583)
Volume III/IV
3.ª Época – Idade de Ferro (1583-1640)
4.ª Época – Restauração (1640-1642)
Volume V/VI
5.ª Época – Retorno (1642-1820)
6.ª Época – História da Liberdade nos Açores (1821-1832)
Autores José Joaquim Pinheiro e Manoel Pinheiro
Coleção Clássicos dos Açores
Edição Instituto Açoriano de Cultura
Número de páginas 302 (I-II); 228 (III-IV); 500 (V-VI)
Preço 20,00 (3.º vols)
ISBN 978-989-8225-64-1; 978-989-8225-65-8; 978-989-8225-66-5

SOBRE OS AUTORES

José Joaquim Pinheiro nasceu em Angra a 22 de dezembro de 1833, cidade onde faleceu, a 21 de novembro de 1894. Funcionário das Obras Públicas foi, também, jornalista e historiador. Colaborou no Liberal, Angrense, Incentivo e no semanário O Grémio Literário de Angra. Ficou conhecido pela obra que agora se republica, Épocas Memoráveis da Ilha Terceira, espécie de compêndio dos factos e das grandezas da ilha Terceira, que abrange seis épocas, de 1450 a 1580 (idade de ouro); a segunda de 1580 a 1583 (idade de prata); a terceira de 1583 a 1640 (idade de ferro); a quarta de 1640 a 1645; a quinta de 1645 a 1820 e a sexta de 1820 a 1832. Esta última redigida pelo filho Manoel Pinheiro, após o falecimento do pai, com base em apontamentos por ele deixados, onde, na conclusão, sugere a construção de um caminho de ferro em S. Miguel.

Manoel Pinheiro nasceu em Angra do Heroísmo a 30 de julho de 1853 e faleceu no Porto, em 1906. Diretor da alfândega de Angra do Heroísmo e das alfândegas da circunscrição dos Açores, começou a sua carreira jornalística no jornal A Independência, passando, depois, para O Angrense, com colaboração dispersa por outros jornais.

CB-IAC/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s