LARA MARTINHO DESTACA CONTRIBUTO DAS FORÇAS ARMADA NO COMBATE AO COVID-19

A deputada do Partido Socialista dos Açores na Assembleia da República congratulou, esta terça-feira, a autorização para abertura de um concurso público para remoção dos solos contaminados em 2016 por um derrame de combustível no pipeline do Cabrito, na ilha Terceira.

Lara Martinho, que participava na reunião dos deputados socialistas na Comissão de Defesa Nacional, através de videoconferência, sublinhou, na ocasião, que esta decisão “prevê o valor de um milhão e 59 mil euros repartidos entre 2020 e 2021”, permitindo assim resolver “um processo que tem vindo a ser acompanhado há vários anos quer pela Comissão de Defesa Nacional e Comissão de Negócios Estrangeiros, quer pelo Ministério da Defesa Nacional e Ministério dos Negócios Estrangeiros, em diálogo com as autoridades locais e regionais”.

No decorrer da reunião, que visava o acompanhamento da Defesa Nacional e das Forças Armadas no âmbito da evolução da pandemia de COVID-19, o GPPS reconheceu as medidas anunciadas pelo Ministério da Defesa Nacional e a elevada prontidão e sentido de responsabilidade demonstradas pelas Forças Armadas no combate a esta epidemia no país.

“O contributo das Forças Armadas, em articulação com o Ministério da Saúde e a Direção Geral de Saúde, é fundamental para que o País consiga ultrapassar as grandes dificuldades provocadas por uma das maiores crises de saúde públicas mundiais que a história da humanidade conhece, e que atinge todos os setores da sociedade portuguesa”, sublinhou a socialista.

De acordo com Lara Martinho, foi igualmente sublinhado o apoio que as Forças Armadas têm disponibilizado aos hospitais distritais e locais de todo o País, com a instalação de tendas de campanha, bem como o exemplo do Laboratório Militar, que desde cedo disponibilizou as suas instalações para se constituir como reserva nacional de stocks de equipamentos de proteção individual.

“Há ainda a sublinhar as ações desenvolvidas pelas várias unidades militares destacadas por todo o País, em particular a Unidade Laboratorial de Defesa Biológica e Química, que tem agora capacidade para realizar análises de despiste de COVID-19 e que poderão estar ao dispor das Forças Armadas e do SNS e a elevada prontidão das unidades de descontaminação Nuclear Biológico Químico e Radiológico das Forças Armadas, com contributo em ações de descontaminação de diversas infraestruturas, como é o caso dos lares para idosos”, acrescentou ainda Lara Martinho.

PS/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s