GOVERNO REFORÇA CAPACIDADE INSTALADA EM CRECHES E CATL NA TERCEIRA

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou ontem, na Assembleia Legislativa, na Horta, que o Governo dos Açores, nos últimos quatro anos, reforçou em mais de 100 vagas a capacidade instalada ao nível de creches e em 74 para Centros de Atividades de Tempos Livres (CATL) na ilha Terceira.

Andreia Cardoso falava no âmbito do debate sobre um Projeto de Resolução apresentado pelo BE, que veio a ser aprovado, tendo em vista a implementação de uma rede de creches e de CATL entre as freguesias de São Bartolomeu e Altares, no concelho de Angra do Heroísmo.

Relativamente aos Centros de Atividades de Tempos Livres, a titular da pasta da Solidariedade Social referiu que mais de 50 daquelas vagas foram disponibilizadas no concelho de Angra do Heroísmo, com um reforço de 20 na freguesia de Santa Bárbara, na zona oeste da ilha.

“A política do Governo é de descentralização das respostas, mas tendo em atenção aquelas que são as preferências dos pais”, frisou a Secretária Regional, que garantiu que o Governo dos Açores está atento às necessidades particulares de cada território.

Prova disso, acrescentou, é a garantia do “reforço da capacidade do CATL da Casa do Povo de Santa Bárbara em mais 20 vagas, estando também em avaliação a criação de resposta de CATL nas Cinco Ribeiras e nos Altares”.

Andreia Cardoso apontou aquelas que têm sido as preocupações do Executivo açoriano, assim como as conquistas alcançadas nos últimos anos nesta área, nomeadamente a de “fazer chegar a resposta de creche a todos os concelhos da Região, objetivo alcançado em 2016, com a criação de uma creche no Nordeste”.

“Tivemos também recentemente a preocupação de alargar a idade para frequência em CATL, compatibilizando, desta forma, as necessidades que vinham sendo manifestadas pelos pais, mas também pelas crianças ao longo dos últimos anos”, afirmou. 

A governante relembrou ainda a preocupação relacionada com os horários de trabalho dos pais, que levou ao alargamento do horário das creches e CATL, tendo-se avançado com um projeto-piloto nas Furnas, “indo ao encontro daquelas que são as necessidades dos pais, designadamente daqueles que trabalham por turnos”.

“Também prioritária foi a preocupação de fazer convergir a resposta dada ao nível das creches e CATL com as necessidades definidas ao nível do Prosucesso, por forma a garantir que o contributo destas respostas é efetivo nesse domínio”, frisou Andreia Cardoso.

A Secretária Regional recordou também o reforço ao financiamento das creches em cerca de 4,5 por cento no final do ano passado, onde se reviu igualmente o financiamento dos CATL, considerando majorações aos que disponibilizam transporte às crianças.

Andreia Cardoso referiu que todo este investimento permitiu, de acordo com dados concretos até 2018 e provisórios de 2019, “um reforço de 926 vagas em creche desde 2013, representando um reforço de 43% de vagas nesta resposta social”.

“Queremos reforçar a capacidade de resposta ao nível de creches e Centros de Atividades de Tempo Livres, mas, sobretudo, assegurar a acessibilidade às crianças provenientes de contextos familiares mais vulneráveis”, assegurou a Secretária Regional.

GaCS/SRSS/PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s