CINEMA DE SANTA MARIA INAUGURADO APÓS 15 ANOS DE ENCERRAMENTO

Quinze anos depois de encerrado, o Atlântida Cine, em Santa Maria, foi este domingo, 19 de junho, inaugurado pela secretária regional da Educação e Assuntos Culturais.

Citada em nota de imprensa, Sofia Ribeiro, lembrou, durante a intervenção de inauguração que “em pouco mais de um ano e meio de governação, e apenas um com orçamento próprio, o XIII Governo dos Açores equipou o espaço habilitando-o para a exibição de filmes”.

O evento de inauguração do novo complexo foi marcado pela antestreia do documentário ‘Ilha dos Gigantes’, liderado pelo videógrafo subaquático Nuno Sá, “divulgando e promovendo principalmente a ilha de Santa Maria, mas também toda a Região”.

Sofia Ribeiro garantiu que, ”a partir do próximo dia 1 de julho, será projetado um filme por semana, em duas sessões, à sexta-feira e ao sábado, sem prejuízo de outras exibições poderem ocorrer ao longo da semana”.

De acordo com a governante, “o Governo Regional continua empenhado no reforço das respostas do Atlântida Cine, que é já hoje um espaço completamente funcional”.

“Está também habilitado para diversos outros eventos, como conferências, palestras, concertos de pequenas dimensões ou até mesmo festas da escola. Faz todo o sentido abri-lo hoje, quando já reúne todas estas condições”, frisou.

Sofia Ribeiro afirmou que “o Cinema do Aeroporto Atlântida Cine será utilizado na medida que os marienses quiserem, constituindo-se hoje como um importante espaço cultural e recreativo da ilha”.

“Há poucas semanas quando nos pediram para inaugurarmos o cinema hoje, respondi que íamos fazer tudo o que estivesse ao nosso alcance, mas que seria quase impossível. Com empenhado esforço de toda uma equipa, em que destaco o Diretor Regional dos Assuntos Culturais e o Diretor do Museu de Santa Maria, conseguimos o que era quase impossível”, mencionou.

“Que seja este o mote para as nossas intervenções de futuro”, reforçou Sofia Ribeiro.

A titular da pasta dos Assuntos Culturais recordou ainda, durante a intervenção que, no passado, o cinema tinha configurado ”a vontade e o empenho das tropas norte americanas de se sentirem em casa, sendo um local de lazer e entretenimento”.

Sofia Ribeiro afirmou que, após a saída das tropas americanas, o espaço, “carinhosamente denominado por Cinema do Aeroporto, ganhou reputação Regional, onde atuaram grandes artistas nacionais e internacionais, como por exemplo Madalena Iglésias, Amália Rodrigues, Frank Sinatra, Bob Hope e Bing Crosby.

“Hoje é um espaço que é devolvido aos marienses”, finalizou Sofia Ribeiro.

© GRA | Foto: SREAC | PE