NUM ANO MAIS DE 267 MIL AÇORIANOS BENEFICIARAM DA TARIFA AÇORES

Fez esta quarta-feira, 01 de junho, um ano que entrou a em vigor a Tarifa Açores, uma bandeira eleitoral do PSD/Açores para a Regionais de 2020. Num ano, segundo dados avançados pelo presidente do Governo, mais de 267 mil residentes beneficiaram da Tarifa Açores, tendo havido um investimento no apoio ao passageiro de 5,7 milhões de euros.

Citado numa nota de imprensa divulgada no portal do Governo, que assinalou um ano de execução da Tarifa Açores, José Manuel Boleiro, revelou-se muito satisfeito com a medida, que tem vindo a beneficiar os açorianos e o conceito de açorianidade.

“Foi uma medida de sucesso e que beneficiou, sobretudo, o açoriano e a açorianidade, termos a imagem de que os Açores são nove ilhas é vantajoso para cada família, para cada açoriano poder conhecer os Açores, a sua terra”.

“Tivemos um compromisso de pagamento apoiado ao passageiro de 5,7 milhões de euros para um ano de funcionamento, bem como também uma previsão de número superior a 267 mil passageiros beneficiários da Tarifa Açores”, avançou o presidente do executivo que falava em Ponta Delgada num encontro com a imprensa.

O executivo açoriano, acrescentou o governante, tem feito o pagamento “a tempo e horas” à SATA: “ao colocarmos o pagamento do apoio ao passageiro ao operador prestador do serviço, enquanto Estado, enquanto região, nós assumimos prontidão no pagamento. Claro que é preciso estabelecer esse nível de confiança e liquidez para garantir estabilidade ao processo”, sublinhou.

Reconhecendo que implementar a medida “não foi fácil”, e lembrando as dúvidas de alguns da concretização da mesma, José Manuel Bolieiro reitera que a Tarifa Açores “é uma vantagem para a mobilidade, foi um sucesso” no primeiro ano de atividade “e é para continuar”.

A o acompanhar neste encontro com a imprensa esteve o presidente da SATA, Luís Rodrigues, e a delegada nos Açores da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, Catarina Cymbron.

A Tarifa Açores permite aos residentes a aquisição de viagens de ida e volta para qualquer ilha ao preço máximo de até 60 euros, num processo simples e automático, onde se evitam ações suplementares por parte dos passageiros.

© GRA | Foto: MM | PE