NUNO BARATA: CELEBRAR O 25 DE ABRIL NO CORVO FAZ TODO O SENTIDO, PORQUE O CORVO É UM SÍMBOLO DA LIBERDADE

O deputado e líder nos Açores da Iniciativa Liberal, Nuno Barata, disse esta segunda-feira, que celebrar o 25 de Abril, na mais pequena ilha açoriana faz todo o sentido, porque “o Corvo é um símbolo de liberdade, rebeldia e liberalismo”.

Esta segunda-feira os liberais dos Açores estiveram na ilha do Corvo onde realizaram uma “caminhada liberal” para assinalar a passagem do 48.º aniversário da Revolução dos Cravos.

Após terminar uma caminhada pelo trilho pedestre do Caldeirão – ex-libris natural e turístico da ilha – o dirigente e deputado da IL/Açores frisou que “celebrar o 25 de abril no Corvo era ter a garantia de que se celebrava a liberdade sem ver uma única bandeira do PCP”, salientando que “aos liberais incomoda celebrar a liberdade rodeados de símbolos do estalinismo”.

“Essa caminhada nasceu da necessidade da IL, estando organizada nos Açores, iniciar as celebrações do 25 de abril por uma ponta do arquipélago, na ilha do Corvo. Esta caminhada dava-nos a garantida de podermos comemorar a liberdade sem encontrar uma bandeira do PCP. Incomoda os liberais comemorar a liberdade rodeados de símbolos do estalinismo, uma das maiores ditaduras que a humanidade conheceu. Estar no Corvo era ter a garantia de que isso não aconteceria. O Corvo é um símbolo de liberdade, rebeldia e liberalismo e imbuídos do espírito de Mouzinho da Silveira vamos libertar o resto dos Açores”, afirmou Nuno Barata, citado em nota esta terça-feira enviada às redações.

Reconhecendo que dos contactos que estabeleceu com a população corvina sai da ilha com registo de preocupações ao nível “do abastecimento marítimo, das acessibilidades aéreas e do desenvolvimento socioeconómico”, o responsável liberal salientou que, acima de tudo, para a IL, “a nossa principal preocupação prende-se com as liberdades individuais inscritas da Constituição da República”.

“Até pela liberdade de cada um dos corvinos os políticos não devem intervir na liberdade de cada um. Os corvinos saberão escolher os seus melhores representantes, garantindo as suas liberdades e respondendo aos seus anseios”, finalizou.

A comitiva liberal que se deslocou ao Corvo, composta por elementos de várias ilhas da Região, chegou a ter agendada uma audiência com o presidente da Câmara da Vila do Corvo, reunião que não se realizou por compromissos de última hora do autarca, que recebeu a comitiva no aeroporto garantindo disponibilidade para novo encontro a agendar.

© IL/Açores | Foto: IL/Açores | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s