PRR DESTINA 30 MILHÕES DE EUROS PARA DIGITALIZAÇÃO NO CAMPO DA SAÚDE NOS AÇORES

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) destinado à Saúde, nos Açores, contempla 30 milhões de euros para a digitalização do sector, verba que o diretor regional da Saúde considera “muito relevante” na modernização e evolução da Saúde nos Açores.

Berto Cabral, que, em representação do secretário regional da Saúde e Desporto, Clélio Meneses, foi um dos oradores da V Convenção Nacional da Saúde, que quarta-feira decorreu na Ordem dos Médicos, em Lisboa, sob o Alto Patrocínio da Presidência da República, revelou que “o projeto se divide em dois eixos fundamentais, sendo um a melhoria do desempenho do Serviço Regional de Saúde e o outro a digitalização de todo o setor”.

Citado em nota publicada esta sexta-feira no portal do Governo dos Açores, o responsável considerou que “se o PRR tem relevância no todo nacional, mais ainda terá nos Açores dada a idiossincrasia do arquipélago”.

Para além disso, Berto Cabral destacou como pontos importantes do projeto “o registo eletrónico da saúde e a capacitação dos profissionais para a transição”.

O diretor regional relevou ainda “a possibilidade da partilha de informação” entre unidades de saúde, facto que, segundo o próprio, “se revela fundamental para a melhoria da prestação da saúde e das respostas”.

O responsável adiantou ainda que “só a digitalização do sector da Saúde tem disponível uma verba de 22 milhões de euros, 42% direcionados para a Telesaúde e, outra parte, muito significativa, para a interoperabilidade dos sistemas, com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e entidades privadas”.

“A modernização e qualidade do serviço é fundamental para os profissionais e para os utentes”, frisou ainda, sublinhando que o investimento ao abrigo do PRR pode permitir “a satisfação dos profissionais de saúde, e a confiança no desempenho dos serviços”.

A Convenção Nacional da Saúde juntou cerca de 170 entidades ligadas ao sector e decorreu este ano sob o tema “Saúde – as prioridades para a legislatura 2022/26”.

O propósito é contribuir para a melhoria do SNS e promover a coexistência positiva e cooperante dos sectores público, social e privado.

© GRA | Foto: DRS | PE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s